Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

ATÉ QUANDO A ESTUPIDEZ DA TROLAGEM E DO RACISMO VÃO ACABAR?

A BELA E SUPERTALENTOSA CRIS VIANNA FOI VÍTIMA DE OFENSAS NAS MÍDIAS SOCIAIS. 

A gente fica perguntando até que ponto esses trogloditas digitais vão continuar azucrinando? Chega a ser estarrecedor a indiferença que eles têm a tudo. Os troleiros de Internet se acham os donos da verdade e pensam que não serão atingidos pelas consequências de seus atos.

Creio que não existe gente mais estúpida e burra do que os troleiros, forma aportuguesada do termo troll. São tão burros que não gostam de ser chamados como tais, acham que não precisam raciocinar porque "já nasceram inteligentes". Se acham tão espertos e no entanto cometem muitas gafes.

Sabe aquele troleiro que ficava zoando porque um internauta se revelou um "encalhado" na vida amorosa? O troleiro zoou dele chamando-o de "virgem" ou coisa parecida, não é mesmo? Pois esse mesmo troleiro pode ter brochado numa transa sexual, ou levado um fora de uma garota, e quer descontar naquele que está solteiro mais temp…

MÚSICA BREGA-POPULARESCA É FINANCIADA POR INDÚSTRIAS DE CERVEJA

BARES SÃO REDUTOS DE MÚSICA BREGA-POPULARESCA, TOCADA SOBRETUDO EM DVDS.

A música brega-popularesca é comercial. Foi a implantação de nosso hit-parade e sua sonoridade começou claramente americanizada, quando os primórdios da música brega mostravam arremedos confusos de boleros e country music.

O ambiente ideológico de botequins, de pessoas se consolando na bebedeira, tudo isso revela que as indústrias de cerveja, juntamente com latifundiários, políticos regionais e oligarquias que controlam emissoras de rádio locais ou financiam serviços de auto-falantes, foram a base do patrocínio da música brega em seus primórdios.

A relação entre fundo musical e consumo de bebida alcoólica foi o motor dos ritmos "populares" regionais, e não raro músicas falavam em bebedeira, seja como desabafo contra a tristeza, seja para celebrar a farra com os amigos. Por trás disso, um mershandising sem marca definida, mas com produtos certos: bebidas alcoólicas.

As indústrias de cerveja são as maiore…

CHAPA-BRANCA, JORNAL O DIA CRITICA RECORD POR DENUNCIAR AUTORIDADES CARIOCAS

Aliado dos políticos que controlam o poder no Estado do Rio de Janeiro, o jornal O Dia entrou na briga contra a Rede Record por conta de reportagens que o Jornal da Record, de São Paulo, veiculou através de sua afiliada carioca, da série "O Rio de Janeiro na Lama".

O jornal carioca publicou uma notícia intitulada "Record denuncia família Picciani, que acusa emissora de fazer campanha", sob o pretexto de favorecer a ascensão política do "bispo" Marcelo Crivella, ligado à dona da Rede Record, o também "bispo" Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus.

Apesar do aparente tendenciosismo, a Rede Record é mais pertinente nas denúncias. A emissora também é conhecida, através de jornalistas como Paulo Henrique Amorim e Luiz Carlos Azenha, que como a equipe do Jornal da Record, denunciam outros processos de corrupção, como a supremacia da Rede Globo e a corrupção de dirigentes esportivos da CBF e da FIFA.

Portanto, as denúncias apresentadas são …

VICTORIA JUSTICE ESTÁ SOLTEIRA!!!!!! UAU!!!

A estonteante atriz Victoria Justice, conhecida por ter sido estrela do canal Nickelodeon com o seriado Victorious, voltou a ficar solteira.

Uma das mais belas mulheres de sua geração - ela chegou a fazer uma sessão homenageando a saudosa Audrey Hepburn - , Victoria estava namorando o ator Pierson Fode, que no Brasil dava margem a piadinhas maldosas devido ao sobrenome do rapaz. No entanto, a relação acabou há poucos meses e só agora o fim foi oficialmente divulgado.

Recentemente, Victoria - que segue fazendo trabalhos como atriz e como dubladora, além de eventualmente seguir carreira de cantora - estava estrelando o seriado juvenil de drama e suspense, Eye Candy, produzido pela MTV, mas este foi cancelado. Um outro canal da TV paga está interessado pelo seriado, o que indica uma chance de retomar a produção.

Dona de um dos rostos mais belos e sensuais e de um corpo escultural, Victoria Justice chegou a ser chamada de "magrela" por alguns internautas bitolados. Acostumados …

A MASTURBAÇÃO AUDITIVA DOS OUVINTES DA RÁDIO CIDADE

Ando muito decepcionado com a cultura do rock autêntico no Rio de Janeiro. Aliás, o Grande Rio anda decepcionando muito, em vários aspectos. Até como centro de distribuição, decepciona ver que a logística dos supermercados está comparável à do Norte do país, espera-se duas semanas para um produto ter estoque renovado nas prateleiras.

Ver que pessoas com algum senso crítico passam a ser discriminadas no RJ, antes o paraíso astral da vanguarda, da resistência e hoje virou um grande curral de gente submissa, a aceitar arbítrios aqui e ali porque tudo vai "ficar bonito depois", que vai "chover mais dinheiro" e o Rio será "capital do Primeiro Mundo" e blablablá, é muito, muito decepcionante.

Na cultura rock, o que chama a atenção é a deturpação violenta que o rock anda sofrendo no mercado e na mídia cariocas. Fora webradios aqui e ali, dedicadas a superar a mesmice doentia das FMs, o que se nota é a supremacia de uma emissora FM, a Rádio Cidade, que se impôs …

COLUNISTA NÃO GOSTOU DA INDIFERENÇA DE LÁZARO RAMOS COM FOTÓGRAFOS

No último sábado, o colunista de O Dia, Léo Dias, declarou não ter gostado de saber que o ator Lázaro Ramos costuma ser indiferente aos fotógrafos quando circula em lugares como aeroportos. O colunista escreveu o seguinte comentário, sob o título "Lázaro Ramos não é simpático com paparazzi":

"Lázaro Ramos não é exatamente o que se pode chamar de poço de candura. Por isso, circula pelo aeroporto como se não tivesse vendo que estava sendo fotografado… Ontem, não foi diferente ao transitar pelo Aeroporto Santos Dumont, no Rio!".

Isso dá a falsa impressão de que Lázaro está tomado de estrelismo ou que ele é no fundo uma figura antipática. Pois eu posso garantir que Lázaro é uma pessoa simpática e, pela foto que vemos e foi publicada na coluna de Léo, o ator está tranquilo e sereno, apenas discreto e na sua.

Um ex-colega de escola de meu irmão chegou a saudar Lázaro Ramos, quando este ainda vivia em Salvador, e o ator foi simpático, respondendo com um sinal de paz. Láza…

KATE BECKINSALE ESTÁ SOLTEIRA!!!!!! U-HUUUU!!!!!

Quando o ano parecia ser de mulheres comprometidíssimas, eis que algumas novas solteiras de qualidade aparecem. Uma delas é a estonteante atriz inglesa Kate Beckinsale, que revelou que se separou há meses de seu segundo marido, o cineasta Len Wiseman.

A informação foi divulgada na imprensa ontem, O ex-casal há muito aparecia sem usar anéis de casados e foi divulgado também que Len já está namorando uma modelo. Kate foi casada antes com o ator inglês Michael Seen, com o qual gerou uma filha.

Kate, conhecida por filmes como Van Helsing - O Caçador de Monstros (Van Helsing), Muito Barulho por Nada (Much Ado About Nothing), Pearl Harbor, O Aviador (The Aviator) e Click, Kate surpreendentemente tem 42 anos de idade, porque fisicamente parece ter 20 a menos, com uma beleza e formosura deslumbrantes.

A atriz é considerada uma das mais desejadas do mundo e suas aparições em páginas sobre celebridades são bastante elogiadas. É também bastante talentosa e charmosa. Que seja bem vinda ao "…

"DO YOU WANNA DANCE" NÃO FOI UM CLÁSSICO DE JOHNNY RIVERS

BOBBY FREEMAN AUTOR E INTÉRPRETE ORIGINAL DE "DO YOU WANNA DANCE?" LANÇOU O COMPACTO EM 1958.

O Brasil provinciano ainda enche a bola de nomes pouco representativos, só porque eles tiveram mercado mais forte aqui do que nos EUA. E, entre tantas coisas que acontecem no chamado "pop adulto", tão risíveis quanto o de qualquer popinho adolescente, há uma que se relaciona à famosa canção "Do You Wanna Dance?".

A música é conhecida pelos brasileiros pela gravação do cantor Johnny Rivers, um ídolo superestimado no país, mas que na verdade corresponde a uma segunda e ainda menos expressiva geração de ídolos comportadinhos dos EUA, cuja primeira geração foi representada por Pat Boone e Bobby Darin.

Só que a gravação de Johnny Rivers, que está no imaginário saudosista de muitos brasileiros, nem sequer é de autoria do (aqui) famoso cantor, e nem sua gravação é a mais significativa. Portanto, nada desse papo de "À meia-luz, ao som de Johnny Rivers", da canç…

HIT-PARADE BRASILEIRO AINDA NÃO DESCOBRIU HAILEE STEINFELD

O mercado da música, não apenas a brasileira, mas a forma como se divulga a música estrangeira por aqui, é tomado de pessoas atrasadas e sem visão, que não tem a menor noção de contemporaneidade, criatividade, segmentação e raízes sócio-culturais.

É o brega-popularesco em que os "humildes" executivos de ídolos "populares demais" submetem a cultura brasileira às regras de mercado e só tardiamente inserem um e outro elemento "mais brasileiro" para manter as aparências, vide os gananciosos empresários do "forró eletrônico".

A MPB autêntica perde espaços e ainda tem que compactuar com ídolos brega-popularescos mais veteranos, fazendo duetos caça-níqueis em que o ídolo brega, tido como o "coitadinho" da situação, é na verdade o dono do poder pelo qual o artista de MPB depende para tocar em certas cidades e capitais do interior do país ou mesmo nas grandes casas de espetáculos do Norte e Nordeste.

A cultura rock mantém um mercado atrelado a…

SOCIÓLOGO VAI NA CONTRAMÃO DA INTELECTUALIDADE FESTIVA

O Brasil está em ebulição. O mundo também. Aliás, com os atentados que mataram 129 pessoas, nos arredores de Paris, incluindo um restaurante, Le Carillon e uma velha casa de espetáculos, Le Bataclan, mostram que o mundo está em crise, nessa pós-modernidade confusa em que valores avançados e retrógrados entram em colisão.

No Brasil, a situação parece "amena", embora os retrocessos que transformaram São Paulo numa cidade decadente e fazem o Estado do Rio de Janeiro, e sua antes imponente capital homônima, um dos mais retrógrados do país (sobretudo pela agressividade de uma parcela de cariocas que fazem trolagem na Internet e até lincham vendedor de praia), provem o contrário.

Num contexto em que os protestos "contra a corrupção" fracassam - Kim Kataguiri vê perder a chance de ser um grande ativista político, por suas posturas risíveis - , logo quando as "boazudas" descobrem tais "manifestações" (como a Mulher Melão e as candidatas do concurso Mus…

ECLETISMO MUSICAL LIMITA A PERCEPÇÃO DAS PESSOAS

AMBIENTE LOUNGE, REDUTO DE UM TIPO DE MÚSICA QUE POUCOS SABEM DISCERNIR SE É BOSSA NOVA, JAZZ OU POP SUAVE.

O ecletismo musical foi uma das utopias lançadas nos anos 90, e que pareciam ser o sonho da diversidade musical e da ampla variedade de estilos, No entanto, a ideia tornou-se um problema, na medida em que a variedade de estilos acabou causando nas pessoas uma percepção limitada e pouco discernitiva.

E não estamos falando de brega-popularesco, em que "sertanejos", "pagodeiros", funqueiros e axézeiros soam essencialmente parecidos entre si, mas de música de qualidade, mesmo, que também sucumbe ao caminho perigoso da mesmice e do superficialismo, vide as versões lounge para canções de hit-parade convencional, que tocam em supermercados e lojas de departamentos.

As gerações mais recentes se acostumaram tão mal com isso, que não conseguem ter um discernimento aprofundado dos estilos musicais, tal qual as gerações anteriores. Num contexto em que a Bossa Nova brasil…

FERNANDA MONTENEGRO E AS CONVULSÕES SOCIAIS

A estupidez que a "galera irada" das mídias sociais fazia com suas trolagens defendendo de modismos midiáticos, arbitrariedades políticas a valores antissociais como o machismo e o racismo, repercutiu tão negativamente que até as gerações que cresceram bem antes da Internet têm exata noção dessa truculência.

Em entrevista recente, a atriz Fernanda Montenegro, veterana e com muito conhecimento de causa do nosso país, reclamou entre outras coisas, da arrogância e da violência moral na Internet, que ela definiu de maneira apropriada como "convulsão social".

Eu, que fui vítima de trolagens e blogues ofensivos, em 2007 e 2012, vejo as práticas se expandirem para outras pessoas, como recentemente Taís Araújo e Lola Aronovich, e sinto que não estou sozinho nessa.

Os crimes digitais, de humilhação através de trolagens - mensagens publicadas em espaços de discussão ou recados - ou de blogues ofensivos, nos quais o autor, geralmente anônimo, tenta parodiar sua vítima copian…

POBRES DE MARRÉ DECI?

Antes que a patrulha do mal dispare com comentários agressivos, as informações que trazemos partem de informações colhidas na imprensa, e que põem em xeque o mito de que os ídolos "populares demais" são "pobres de marré deci".

Uma informação foi citada pela jornalista Fabíola Reipert, no seu blogue no Portal R7, a respeito do empresário e DJ de "funk", Rômulo Costa. Na postagem dos preparativos para o casamento da atriz Antônia Fontenelle, viúva do ator e diretor Marcos Paulo que está noiva do funqueiro Jonathan Costa, filho de Rômulo, a blogueira o definiu como "um homem cheio da grana".

Embora o blogue seja de fofocas, o fato de Rômulo Costa ser rico é até óbvio, como provam as circunstâncias. Todo empresário de "funk" é assim, só que eles costumam gracejar quando são assim chamados. Querem que acreditemos que eles são tão pobres quanto engraxates de rua.

Quanto a Zezé di Camargo, a informação de que ele é um fazendeiro muito rico v…

JOVEM AUSTRALIANA DECIDE "NÃO FICAR LOKA"

A jovem australiana Essena O'Neill, de 18 anos, conhecida estrela local do Instagram, radicalizou de vez, e foi na contramão dos internautas convencionais, abandonando as mídias sociais, um ato que, se fosse no Brasil, é tratado como sinônimo de reclusão e isolamento.

Ela tinha um perfil com 500 mil seguidores, e simbolizava um suposto estilo de vida aparentemente perfeito, uma ilusão que, no Brasil, se compara aos youtubers que fazem vlogues (blogues em vídeos) de bobagens inócuas ou a subcelebridades que cultuam a si mesmas no Instagram.

Isso durou até que ela resolveu mudar e cair na real. Desativou vários perfis nas mídias sociais e manteve sua conta no Instagram para fazer o oposto de antes, criticando o superficialismo nesses espaços digitais e relançando as fotos não apagadas em um contexto diferente, de contestação à alegria artificial nesses ambientes.


Numa das fotos em que ela aparecia em postura zen, ela escreveu: "Nada há de zen em tentar parecer zen, tirar uma f…

"GALERA TUDO DE BOM" FAZ OFENSAS RACIAIS CONTRA TAÍS ARAÚJO

Os internautas que se autoproclamam "tudo de bom", "nota déiz (sic)" e "show de bola", que prefere escrever em internetês até em redação de prova escolar, que defende o "estabelecido" na mídia, no entretenimento e na política (defendem até a pintura padronizada nos ônibus do RJ e gírias sem pé nem cabeça como "balada"), voltaram a atacar com seus atos de intolerância social.

Desta vez, a "galera irada" realizou ataques racistas contra a belíssima atriz Taís Araújo, na sua habitual trincheira, as mídias sociais (apesar de alguns covardes se atrevirem a criar blogues caluniosos).

Além de ser muito talentosa, a atriz é casada com o admirável e versátil ator baiano Lázaro Ramos, também um dos brilhantes talentos da geração. O casal tem dois filhos e atua no seriado cômico Mr. Brau, no ar na Rede Globo de Televisão.

Entre as grosserias que Taís recebeu, estão frases como "Já voltou da senzala?" "Te pago com banana&…

BEBIDAS LÁCTEAS SOMEM E SÓ RESTAM MARCAS CARAS NO RJ

Sumiu a maioria das bebidas lácteas nos supermercados do Grande Rio, restando apenas as garrafas caras que, em boa parte, não chegam a ter um litro de capacidade - só dão para três copos e meio - e chegam a custar pouco menos de R$ 15.

Já os sachês de 850 ou 900 gramas ou, às vezes, um litro, que costumam ser mais baratos, simplesmente desapareceram. Até pouco tempo atrás, uma diversidade de marcas e sabores havia no mercado, só que quase todas desapareceram e as que restam são de difícil procura e faltam nos estoques, já que o mercado do Estado do Rio de Janeiro perdeu a noção de agilidade logística.

Marcas como Bom Paladar, Milk Mix, Godam e Energia Natural simplesmente desapareceram. Havia também a versão sachê das bebidas lácteas da Nestlé, que também se tornaram praticamente impossíveis de encontrar. Enquanto isso, marcas como o Goody Frut, da Itambé, são caras e vendidas como se fossem bebidas lácteas em garrafa, em torno de quase R$ 4.

Por outro lado, bebidas de qualidade infe…