Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

RADIALISTA BAIANA RITA BATISTA SOFREU ATAQUES DE BOLSONARISTAS

Outro ataque de bolsonaristas, que mostra seu espírito de intolerância cega e raivosa.
A bela radialista baiana Rita Batista, atualmente apresentando o TVE Revista da TVE Bahia - integrante do IRDEB, onde eu trabalhei - foi alvo de grosseiros comentários racistas e fascistas.
O motivo de tamanhos ataques está pelo fato dela ser negra e de ter participado como locutora da campanha de Fernando Haddad para a Presidência da República.
Ela chegou a ser chamada de "fedorenta" e "feia", alguns dos comentários que os trogloditas digitais costumam fazer na Internet.
Uma amostra foi publicada por ela no Instagram, que avisou que coletou todos os comentários, esperando que as mensagens se multiplicassem para gravá-las todas.
O acervo que ela recolheu será enviado à Justiça, num ação criminal contra os agressores.

Rita Batista escreveu uma mensagem no Instagram, a respeito dos ataques que sofreu:

"Esperei pacientemente todo o processo para exibir alguns "comentários&…

FOLHA É CRITICÁVEL, MAS NÃO MERECE OS ATAQUES E AMEAÇAS DE BOLSONARO

Na entrevista de ontem no Jornal Nacional, o presidente eleito Jair Bolsonaro fez ataques à Folha de São Paulo.
Embora dissesse que "apoia" a liberdade de imprensa, embora afirmasse que "não quer o fim da Folha", ele fez ameaças ao prometer que poderá não dar verbas públicas para o periódico paulista, considerado o maior do Brasil.
Vivemos num outro contexto.
Sem dúvida alguma, a Folha de São Paulo tem um histórico lamentável.
Apoiou a ditadura militar a ponto de fornecer seus veículos para transportar presos políticos para a Operação Bandeirantes (Oban), depois DOI-CODI.
Fez um apoio tendencioso à campanha de redemocratização do país, só para obter protagonismo. Fez isso ao lado de outros grupos midiáticos, como Bandeirantes e Isto É, criando o mito da "imprensa boazinha", conservadora, mas "profissional".
Criou um projeto ao mesmo tempo yuppie e neoliberal, o Projeto Folha, que expulsou veteranos esquerdistas do quadro de jornalistas.

Treinou…

O "MITO" NEM TOMOU POSSE E JÁ TEM BOLSOMÍNION AGREDINDO!

Desculpem, mas não é porque Jair Bolsonaro tornou-se presidente eleito do Brasil que os bolsomínions vão fazer o que querem.

As elites têm que tomar cuidado, porque elas é que sofrerão mais dificuldades e terão que seguir certos limites.

Infelizmente, o pessoal não pensa assim mas é bom os bolsomínions jair se acostumando com seu suicídio de reputação.

A graciosa e lindíssima atriz Erika Janusa, por sinal um colírio para nossos olhos, foi vítima de um comentário deplorável.

Uma reaça festejou a vitória do "mito" e desejou extermínio de negros, inclusive da adorável e talentosa Erika.

O ator Caio Paduan, com toda razão, reagiu, defendendo Erika e os negros em geral.


Caio Paduan avisou que a moça pode ser processada por tal ofensa e ela nem ligou, chamando o aviso de "palhaçada".
O comentário, no entanto, foi gravado e hoje repercute na Internet e reproduzimos ele aqui.
Os bolsonaristas não podem fazer o que querem. Não podem xingar, não podem ameaçar, não podem mat…

REI PIRRO VENCEU

As morsas do Alasca comemoraram a vitória do Rei Pirro. Agora as morsas devem aproveitar e comemorar, antes de darem seu salto mortal.

ANTI-PETISTAS REJEITAM JAIR BOLSONARO POR SE LEMBRAREM DA DITADURA

Um bom estímulo para os anti-petistas evitarem votar em Jair Bolsonaro e fazer um voto crítico a Fernando Haddad é dado por alguns famosos.

Propagandistas de primeira-hora contra o governo Lula ou, em certos casos, contra o governo Dilma Rousseff, anti-petistas mudaram de posição ao ver o perigoso fenômeno do candidato do PSL.

Personalidades como Miriam Leitão, Arnaldo Jabor, Marcelo Madureira e Dinho Ouro Preto viveram os anos duros da ditadura militar.

Dinho era um adolescente que viveu em Brasília, e acompanhou, como fã, a trajetória do Aborto Elétrico, maior banda punk local, liderada por Renato Russo.

Foi dessa banda que Dinho "tomou" os irmãos Lemos, Flávio e Felipe, para formar o Capital Inicial.

Temos também Marcelo Tas, jornalista e produtor de vídeo de vanguarda nos últimos tempos da ditadura militar.

E temos também Fernando Gabeira, que chegou a sinalizar "simpatia" por Bolsonaro, mas se relembrou da ditadura militar.

A ditadura militar não foi brincade…

TV LINHAÇA - VOTAR EM HADDAD, PARA O BEM DA DEMOCRACIA

O número 13 agora é o número da sorte. Deixemos de lado as ideologias e vamos votar no único candidato capaz de garantir as conquistas democráticas históricas para o nosso país e em benefício a todo o povo brasileiro.

APOIO DO ROBERTO JUSTUS A BOLSONARO E A IMATURIDADE DOS GRANFINOS 'BORN IN THE 50'S'

O apoio declarado por Roberto Justus a Jair Bolsonaro - seguindo uma tendência do empresariado na qual incluiu até Luciano Huck, que acredita que o "mito" vai "se amadurecer" - mostra o quanto a chamada "Geração W" mostra o divórcio entre maturidade e cabelos grisalhos.

Sim, porque essa geração, nascida entre 1950 e 1974, não honra seus cabelos brancos, e, quando jovem, não aproveitou seu idealismo e só se dedicou à corrida frenética pelo dinheiro.

Só depois dos 45 anos quiseram correr contra o tempo, mas foi tarde demais. Sobretudo para a geração born in the 50's, ou "nascidos nos 1950".

Eu mesmo observei, há pouco mais de 10 anos, essa geração de empresários, médicos, economistas, advogados e outros profissionais liberais e executivos das quais faz parte Justus.

Chegando aos 50 anos, eles queriam impressionar com pedantismo cultural e belas (e mais jovens) esposas, sendo estas atrizes, ex-modelos e jornalistas de TV.

Nascidos entre 1950 e…

A AÇÃO FASCISTA CONTRA O PROTESTO E O DEBATE NAS UNIVERSIDADES

Uma amostra de como poderá ser o governo Jair Bolsonaro anda sendo servida à população.

Aliás, não uma amostra, mas um monte de amostras.

E isso vem desde a ditadura, com suas convulsões sociais, feminicídios, pistolagem rural e suburbana, conflitos de terra etc.

São coisas que apenas serão "institucionalizadas" na hipótese do "mito" vencer as eleições. E, acreditem, nem os bolsonaristas mais fiéis escaparão de serem vítimas dessa tragédia.

Basta só discordar de alguma coisa feita pelo "mito" que o pessoal vai "dançar", na "ponta da praia" (alusão a um local onde opositores eram exterminados).

Nas universidades, houve desde invasão policial a universidades até proibição de realização de palestras e debates.

Houve repressão em várias cidades: Dourados, Campina Grande, Petrópolis, Serrinha, Uberlândia, Fortaleza, Rio de Janeiro, entre tantas outras, em diversos Estados do Brasil.

Em uma das faculdades, um debate envolvendo Tarso Genro e…

NITERÓI TEM NÚMERO PREOCUPANTE DE FUMANTES

Alguém precisa avisar aos niteroienses para URGENTEMENTE pararem de fumar.

Ontem, andando pelas ruas, me assustei com tanto fumante pelas ruas de Niterói. Fiquei abismado.

A cidade está poluída, fedendo a nicotina, por causa desse hábito horrível.

Pior: vejo muitos fumantes cheios de pose, achando que estão curtindo a melhor coisa da vida.

Não estão. O cigarro tem substâncias tóxicas pesadas, altamente nocivas para o organismo. Uma das substâncias existentes é a mesma do veneno de rato, o popular "chumbinho".

Queria saber se os fumantes de Niterói ficam felizes, se achando maiorais, porque consomem todo dia um pouco de veneno de rato.

Os niteroienses se esquecem que, nos últimos anos, vários famosos que viveram no Grande Rio morreram com idade relativamente prematura, do começo dos 40 a antes dos 70 anos.

E os próprios niteroienses podem morrer prematuramente, fazendo Niterói despencar em expectativa de vida.

Niterói aparentemente caiu apenas do 4º para o 7º Índice de Desen…

FOI PRECISO HAVER AMEAÇA DA JUSTIÇA PARA DESGASTAR BOLSONARO

Foi uma declaração do filho Eduardo Bolsonaro que acabou desmoronando o teatro do surrealismo que foi o fenômeno Jair Bolsonaro.

O "mito" não foi ainda derrubado de vez, mas ele crescia como um personagem de Luís Buñuel.

Houve avisos de que ele tinha profundos preconceitos sociais, e a "boa sociedade" não deu bola.

Ele foi denunciado por apologia ao estupro, por comentário racista. Não foi punido. E a "boa sociedade" não deu a mínima.

Suas propostas, se é que haviam, sempre se voltavam para a extinção de direitos sociais históricos, incluindo trabalhistas, e incluindo também os direitos humanos propriamente ditos.

A "boa sociedade" não deu a mínima.

O mundo inteiro avisava de que Jair Bolsonaro era uma ameaça, não só para a democracia e a soberania brasileiras, mas às próprias relações internacionais.

A "boa sociedade" nem estava aí.

O anti-petismo tinha outras opções. Até os insossos Álvaro Dias e Henrique Meirelles estavam sob medid…

A IMPRENSA COMPLACENTE COM JAIR BOLSONARO, QUE AS AMEAÇA

Vivemos um período tão delicado que causa perplexidade no resto do mundo.

Não são poucos os alertas que são feitos para evitar que Jair Bolsonaro chegue ao comando da República.

O "mito" cresceu sem controle com uma indústria de fake news, despejadas para um público que se tornou viciado em WhatsApp.

Sociopatas que, há cerca de dez anos, se escondiam no Orkut em comunidades como "Odeio Acordar Cedo", correm o risco de governarem o país através de seu ídolo.

Ninguém consegue frear e, o que é surreal, na campanha do primeiro turno Bolsonaro crescia, ainda que artificialmente, depois de cada incidente negativo.

O jabaculê político rolava solto. De Paulo Guedes, o "posto Ipiranga" e virtual ministro da Fazenda do governo Bolsonaro, a Steve Bannon, o marqueteiro de Donald Trump.

Deixou-se Bolsonaro crescer, e tudo podia ser feito para evitar que ele chegasse ao segundo turno.

Muito se avisou para os eleitores não transformarem a urna eletrônica num balde de v…

O MEDO DO JUDICIÁRIO DIANTE DE JAIR BOLSONARO

O Judiciário, tão apressado em punir políticos do Partido dos Trabalhadores, pelo menos deveria ter a mesma agilidade diante da ameaça que Jair Bolsonaro representa ao país.

O escândalo das notícias falsas no WhatsApp foi denunciado há cerca de uma semana e até agora nenhuma punição foi feita.

Em vez disso, declarações, declarações e declarações.

Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, apenas falou do repúdio às fake news.

Somada aos comentários de Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável, de que "para fechar o Supremo Tribunal Federal, basta um cabo e um soldado", a repercussão foi apenas retórica.

Alexandre de Moraes, do STF, que pouco tempo atrás deu sinal verde para Jair Bolsonaro no julgamento do comentário racista, disse que a fala do hoje deputado federal eleito, sobre o órgão "deve ser apurada".

Dias Toffoli, atual presidente do órgão, disse que "atacar o Judiciário é atacar a democracia".

Celso de Mello, decano do STF, definiu o…

TV LINHAÇA - BOLSOMÍNIONS: "EU VIM DE GRA$A"

Os bolsomínions dizem que vão ver o "mito" de graça, mas a verdade é que o empresariado botou uma baita grana para a multidão ir ver Jair Bolsonaro. O povo vai de graça porque já pagaram as contas todas dele.

TSE NÃO ABRE O JOGO DIANTE DO BOLSOLÃO

A promessa de uma bombástica entrevista de alguns representantes governamentais e institucionais de ontem à tarde não se cumpriu.

O Tribunal Superior Eleitoral não abriu o jogo sobre o caso do Bolsolão, o escândalo de financiamento empresarial para o disparo de fake news para favorecer Jair Bolsonaro.

A ministra Rosa Weber parecia mais perplexa e não teve coragem de abordar o escândalo como deveria.

Ela se limitou a falar generalidades, como o trabalho do Judiciário, a defesa da lisura nas urnas eletrônicas, da imparcialidade da Justiça e, de maneira vaga, citou o empenho no combate às fake news.

Mas nada que oferecesse alguma perspectiva sobre o Bolsolão, que está sob investigação. E isso apesar de Rosa Weber receber ameaças dos bolsomínions.

A situação está feia. As manifestações pró-Bolsonaro ocorridas ontem foram marcadas pela arrogância dos presentes.

Mas, na Avenida Paulista, ocorreu o pior: Bolsonaro, em depoimento transmitido num telão, ameaçando fazer "a maior limpeza d…

TV LINHAÇA - HUMOR: SOCIOPATAS APELAM PARA FAKES DO OUTRO MUNDO

Nessa peça humorística, só em áudio, eles estabeleceram um plano que, no contexto que o Brasil vive hoje, tem muitas chances de livrá-lo de enrascadas.

BOLSONARO DISSE QUE NÃO CONTROLA 'FAKE NEWS' NO WHATSAPP. NÃO CONVENCEU

FLÁVIO BOLSONARO, SENADOR ELEITO PELO RJ, ESTAVA ENVOLVIDO COM FAKE NEWS NO WHATSAPP. É CLARO QUE JAIR BOLSONARO SABIA, POIS APOIA TUDO O QUE SEUS FILHOS FAZEM A FAVOR DELE.

Diante do escândalo das fake news, o senador eleito pelo Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro, veio com coitadismo.

Disse ter sofrido "uma perseguição sem limites" e que sua conta, "com milhares de seguidores, foi banida DO NADA".

O banimento, diz sua assessoria, corresponde a um outro motivo, de caráter pessoal, não esclarecido oficialmente.

Mas há fortes indícios de que Flávio engajou, com muito gosto, na campanha do bombardeio de notícias falsas anti-PT.

Seu pai Jair disse que "não tem controle dessa campanha", mas evidentemente acompanhava, sim.

Ele e seus filhos são veteranos na briga contra o esquerdismo. Para quem encenou tiros de metralhadora num comício do Acre, prometendo "fuzilar toda a petralhada", acompanhar os disparos de fak…

DENÚNCIA: "PSICOGRAFIAS" TERIAM ANTECIPADO A FARRA DOS 'FAKES' NO BRASIL

HUMBERTO DE CAMPOS - FALSAMENTE CREDITADO A UMA FALSA PSICOGRAFIA COM LEMA IDÊNTICO AO DE JAIR BOLSONARO.

Os espíritas autênticos, que não compartilham da orientação conservadora da religião que hoje, sutilmente, se aproxima das pautas ultraconservadoras dos evangélicos pentecostais (como a Igreja Universal do Reino de Deus), fazem uma denúncia.

Ela é bastante polêmica, porque envolve um "médium" (não quero citar o nome, porque traz muitos, digamos, dissabores) que oficialmente é tido como "símbolo de bondade, paz, fraternidade e amor ao próximo".

Digamos, um pioneiro "homem de bem", um pretenso "homem chamado Amor" que seduziu e enganou a todos ao pedir que as pessoas oprimidas aceitassem as desgraças "em silêncio, sem queixumes", procurando se distrair, na agonia extrema, "olhando árvores, flores e passarinhos".

Sim, ele - que até setores das esquerdas, lamentavelmente, o definem como "homem simples" e "símbo…

JAIR BOLSONARO É DENUNCIADO POR PROPAGANDA ILEGAL

Um grande escândalo político foi subestimado pela grande mídia.

É a revelação de que Jair Bolsonaro estava fazendo uma campanha sórdida no WhatsApp, com os chamados disparos de fake news que desmoralizam o rival Fernando Haddad.

A grande mídia, como os portais do G1 e do Estadão, só noticiou o episódio enfatizando que é uma ação judicial movida pelo Partido dos Trabalhadores.

Mas o episódio vai além desses limites, é um escândalo político sem precedentes no Brasil.

Comparo o caso com o escândalo que houve nos EUA, envolvendo a campanha de Richard Nixon que resultou no famoso caso Watergate.

O republicano Nixon, então presidente dos EUA, era acusado de ter participado de esquema de espionagem na campanha do rival democrata George McGovern.

Sabe-se que o episódio foi relatado em Todos os Homens do Presidente (All The President's Men), de 1976, um dos mais importantes filmes sobre a cobertura jornalística de um fato político.

No caso de Bolsonaro, houve um papel mais singelo e curto…

ANISTIA INTERNACIONAL PEDE INVESTIGAÇÃO DA VIOLÊNCIA BOLSONARISTA

A violência dos apoiadores de Jair Bolsonaro ultrapassa os limites da arrogância e da ignorância.

Bolsonaristas não estão aí para as advertências do mundo, e, tomados de arrogância cega e extrema, ofendem celebridades, autoridades, ativistas, quando eles dizem algo que lhes desagrada.

Até se Jesus dizer a um bolsonarista que o que este faz é errado, teria sido crucificado mais uma vez.

A ameaça que os bolsonaristas representam é tão séria que já se compara aos esquadrões da morte financiados pelos EUA da Era Reagan, e que dizimaram as mais diversas personalidades progressistas em países como Nicarágua, El Salvador e Guatemala, nos anos 1980.

Num contexto em que Steve Bannon, o publicitário de Donald Trump, está por trás do crescimento fake de Bolsonaro, órgãos e personalidades internacionais manifestam sua preocupação.

A ONU, cantores como Roger Waters, Madonna e Dua Lipa, músicos como Tom Morello (Rage Against The Machine, Audioslave) e até a neoliberal revista The Economist, andam …

CID GOMES COMPLICA CAMPANHA DE FERNANDO HADDAD

A situação de Fernando Haddad é delicada, porque o Brasil, como bem lembrou o cientista Miguel Nicolelis, sofre a ameaça da "tsunami do absurdo", que ele define como surreal, a exemplo do que muitos definem, como aqui neste blogue.

Fernando Haddad procura fazer sua campanha da melhor maneira. Em situações normais, seria o favorito imbatível e teria ganho o primeiro turno das eleições, de barbada.

Mas o Brasil guardou distorções e falhas que estavam adormecidas desde o fim da ditadura militar, como num vulcão adormecido.

Elas explodiram nos últimos meses, mas tudo estava latente há, pelo menos, 18 anos.

Os fascistas mirins eu já observava nos fóruns de mensagens das rádios pseudo-roqueiras 89 FM (SP) e Rádio Cidade (RJ) em 2000. Creio que nas mensagens da Transamérica e Jovem Pan 2 eram a mesma coisa.

Depois, os fascistas mirins criaram "núcleos" em comunidades como "Eu Odeio Acordar Cedo", no Orkut. Pouca gente observa, mas o fascismo digital já era muit…

A GERAÇÃO DE 1950-1960 É RESPONSÁVEL PELA CRISE ATUAL EM QUE VIVEMOS

As elites que se dizem "cultas" e "sofisticadas", nascidas nos anos 1950 e 1960, são em boa parte culpadas pela crise em que vivemos, onde o fascismo ameaça dominar o Brasil.
Essas gerações não conseguiram criar condições para um Brasil melhor.
Vejo, sobretudo, empresários e profissionais liberais, que se diziam influentes, instruídos, requintados e cultos, chegarem aos 50 anos achando que tinham uma bagagem cultural 20 anos mais velha.
Eu li isso. Entre 2004 e 2005, médicos, empresários, economistas, publicitários etc chegavam aos 50 anos ou um pouco mais que isso esbanjando muito pedantismo.
Eram como crianças pequenas querendo interferir nas conversas dos pais e se passar por entendidas do papo de gente grande.
Os cinquentões queriam dar a impressão de que eram adultos na época em que nasceram e viveram suas infâncias.
Haja pedantismo. Glenn Miller e Winston Churchill eram seus tios-avôs. Frank Sinatra era o mais bajulado. Mas sobrava até para Norman Mailer, Pa…