Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

LOCUÇÃO "MAIS TRANQUILA" NÃO É PRIVILÉGIO DA RÁDIO CIDADE

LOCUTORES ALEXANDRE WOOLLEY E DEDÉ GALVÃO RECEBENDO A EX-BBB ARIADNA NA FM O DIA.

A locução "tranquila" virou a nova moda das FMs comerciais. Com o desgaste do ritmo frenético da Jovem Pan FM, agravado sobretudo pela presença de comentaristas reacionários como Reinaldo Azevedo, Rachel Sheherazade e o historiador Marco Antônio Villa (que definiu o ex-presidente João Goulart como um "fracote"), a locução animadinha baixou o tom e a velocidade nos últimos meses.

A "novidade" parecia ser exclusividade da autoproclamada "rádio rock", a carioca Rádio Cidade, o que deu uma impressão, completamente errada, que a emissora finalmente passou a ter uma linguagem diferenciada e adequada para o gênero. Só que não é tão exclusiva assim.

A popularesca FM O Dia também passou a ter a locução "tranquila", que na verdade é uma espécie de locução animadinha menos neurótica. Os tempos frenéticos da Transamérica e Jovem Pan, rádios "jovens" que hoj…

RÁDIO QUE SE AUTOPROCLAMA "ROQUEIRA" PEGOU CARONA NO FIM DA KISS FM RIO

Com o fim definitivo da Kiss FM Rio, já que a frequência 91,9 mhz foi adquirida pela Plenitude FM, da igreja evangélica Plenitude, a Rádio Cidade (que nome bobo para uma rádio de rock!) tentou capitalizar com o fim da emissora e imitar seu repertório.

Com seu "modo Classic Rock", especial de rock antigo que rola na Internet, no horário da Voz do Brasil, a emissora tentou embarcar nas bandas de rock seminais dos anos 70, como informou um Internauta no Facebook. Até bandas "difíceis" como Humble Pie e UFO, ambas do mais puro rock setentista britânico, foram tocados, mas somente nas chamadas "músicas de trabalho".

É bom desconfiar disso, como se desconfia, por exemplo, de duplas de "sertanejo universitário" que tentam sons mais "elaborados", incluindo cítara, reggae etc. Falsas melhorias só para ficar se justificando no sucesso é coisa típica de medíocres que só fazem isso para levar alguma vantagem, nunca fazendo tais coisas com esponta…

SÁBADO, ÓTIMO DIA PARA IR À PRAIA...DE TARDE!

Sábado à tarde. Dia da família fazer turnê gastronômica e passar a tarde almoçando e lanchando em três restaurantes diferentes, engordando sem necessidade sob a desculpa de uma "reunião familiar para quebrar a rotina"?

Ou então é dia de rapagões ficarem isolados em algum botequim ou adega, sob um calorão de sol, só para ficarem papeando sobre futebol em rodadas de cerveja, achando que isso é um lazer mais instigante do que ficar sentado na areia à beira do mar?

Ou então é dia de pessoas se trancarem nesses estabelecimentos aeróbicos, dependendo de máquinas para fazer exercícios, sob a desculpa de que apenas correndo pelo calçadão ou na areia da praia é mais cansativo e entediante?

Ou então é dia de assistir ao mesmíssimo jogo de futebol na TV, em que um time carioca finge que vive sua melhor fase, com vitórias tendenciosas e derrotas constrangedoras? Ou então é dia de ver a mesmice sensacionalista e pretensamente assistencial de Luciano Huck?

Todas essas "interessantes…

ANA PAULA ARÓSIO DÁ UMA LIÇÃO DE SENSATEZ

Descontente com os rumos do Brasil, Ana Paula Arósio, conhecida pelos trabalhos de atriz e modelo, decidiu viver numa fazenda que ela e seu marido, o arquiteto e hipista Henrique Pinheiro - que ganhou medalha de prata nos Jogos Panamericanos deste ano - , adquiriram no interior da Inglaterra.

A atriz, que desafiou a Rede Globo ao se recusar a cumprir contratos e subordinar-se às imposições à sua carreira, decidiu viver sua privacidade com o marido e numa fazenda que conta também com um haras onde o casal sustenta vários cavalos.

Ana e Henrique decidiram não querer saber de notícias do Brasil. Loucura? Não, é a escolha deles. Ela e o marido já tinham uma fazenda no país, mas decidiram vender para viver no exterior, numa vida que o casal considera mais sossegada.

Muita gente deve achar que Ana Paula Arósio "se vendeu" para o ostracismo, que está decadente, que tem temperamento difícil e que sua deslumbrante beleza contrasta com sua alegada antipatia e desejo de isolamento. Is…

JEAN WYLLYS ESCREVE TEXTO COERENTE SOBRE CORRUPÇÃO

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), jornalista e escritor baiano, que foi meu colega na Faculdade de Comunicação da Universidade da Bahia, escreveu um texto bastante coerente sobre a corrupção política, sem adotar qualquer tipo de sectarismo, o que é uma grande lição sobretudo para os oposicionistas histéricos que, para combater o PT, falam muita bobagem.

É um texto que vale leitura e que consiste numa análise da corrupção como um ato em si que infelizmente acontece no Brasil e que não pode ser visto como prática de certas figuras políticas, mas de um procedimento infeliz estimulado pela "cultura politiqueira" de nosso país, independente de que plano ideológico ela se sirva.

QUATRO ERROS QUE APARECEM A CADA ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO

Jean Wyllys - Publicada no Facebook

Existem quatro erros comuns que se repetem cada vez que um caso de corrupção vem à tona e se transforma no “escândalo”, sobre os quais precisamos refletir:

1) O problema da corrupção não são os casos individuai…

COMERCIALISMO ATINGE MÚSICA BRASILEIRA ATÉ ÀS ÚLTIMAS CONSEQUÊNCIAS

ANITTA, LUDMILLA E LEXA - Cantoras levam comercialismo musical ao extremo.

A música brasileira "desceu até o chão". Depois da forte blindagem de intelectuais e acadêmicos a respeito do brega-popularesco, as gerações mais recentes, surgidas nos últimos cinco anos, levam às últimas consequências o comercialismo que já era uma ameaça séria vista através dos primeiros ídolos cafonas, há cerca de 50 anos atrás.

Se já era uma calamidade pública os ídolos neo-bregas do "pagode romântico" e "sertanejo" que hoje fazem "MPB de mentirinha" sem esconderem direito seu comercialismo, sua hipocrisia e sua aberrante canastrice artística, hoje a coisa foi longe demais.

Tudo ficou comercial, e o mínimo de arte que, mesmo como farsa, era apreciado pela música brega de tempos atrás, com seus simulacros de sofisticação e folclore, hoje ela não aparece mais. A "geração de 2008", como Thiaguinho, Valesca Popozuda. Luan Santana e Cláudia Leitte já sinalizavam…

CICLOVIA EM SÃO PAULO NÃO É SOCIALISMO

Sou esquerdista, mas desconfio quando certos setores um tanto estranhos das esquerdas - envolvendo intelectuais alienígenas vindos dos porões do Estadão, Folha, Globo etc - tentam espetacularizar demais as coisas, restringindo o ativismo a fenômenos exóticos que anulam seu sentido de reivindicação social.

É o que se faz com o movimento LGBTT, em que a causa homossexual se reduz a figuras estereotipadas de drag queens e lésbicas embrutecidas. Ou o caso Amarildo, o pedreiro carioca misteriosamente desaparecido, visto mais como "ícone pop" do que como um cidadão cujo sumiço deva ser rigorosamente investigado pela Justiça.

Isso mostra a insensibilidade de certos intelectuais que fazem tudo para terem vínculo com o esquerdismo, mesmo dotados dos mais gritantes preconceitos neoliberais. Tentam fazer cobertura de movimentos esquerdistas, se autoproclamam "participantes", querem forçar um vínculo que naturalmente não têm, e sentem até medo de voltar para o direitismo no q…

ATRIZ MIRIM DA DISNEY SURPREENDE COM TEXTO SOBRE FEMINISMO

Vergonha para muitas brasileiras adultonas que ficam patinando com os dedos no WhatsApp de seus celulares. Uma atriz da Disney (sim, isso mesmo), a estadunidense Rowan Blanchard, do seriado Garota Conhece o Mundo (Girl Meets World), escreveu um texto sobre o feminismo que surpreende pela coerência dos argumentos.

Ela estava respondendo a um fã, que, depois de ler o famoso comentário de outra atriz, a negra Amandla Stenberg - de Jogos Vorazes (Hunger Games) - , em que esta criticava a apropriação da modelo Kylie Jenner (de uma família de sub-celebridades) de ícones da cultura negra dos EUA, perguntou a respeito do feminismo interseccional, que envolve vários aspectos da vida social.

Rowan escreveu um texto bastante longo para os padrões de sua geração e com argumentos dignos de uma universitária de 25 anos. Só que a atriz ainda vai fazer 14 anos em outubro próximo. Essa é uma grande lição até para balzacas que no Brasil não se dispõem a analisar o mundo em sua volta, perdidas na curti…

QUANDO A ESQUERDA SE ENVOLVE EM INCIDENTES DE DIREITA

Curiosos incidentes que relacionam esquerdistas a eventos ou posturas direitistas. Não, não estamos falando daquele esquerdista profissional vindo da Folha de São Paulo que foi se passar por "jornalista livre" sob a mesada de George Soros e ainda cobrindo manifestações do PT, mas de outras situações.

Semana passada, a cantora Beth Carvalho, considerada sambista de esquerda, reagiu ao saber que teve seu sucesso "Vou Festejar", uma das famosas composições de seu amigo Jorge Aragão, usada para a manifestação direitista da semana passada.

A música "Vou Festejar", com letra irônica, é conhecida pelos seguintes versos: "Você pagou com traição / A quem sempre lhe deu a mão". As manifestações anti-PT são conhecidas também por usar outros hinos nada direitistas, a pretexto de forjar um protesto "popular".

Exemplos são "Brasil", de Cazuza, que, para desespero de seu amigo Lobão, seria provavelmente um esquerdista hoje, "Pra Não D…

BIBLIOTECA NACIONAL E ZIMBIO MOSTRAM ARQUIVOS POSSIVELMENTE "INFECTADOS"

A página da Hemeroteca Digital, do portal da Biblioteca Nacional, está com um aviso no Google Chrome que aponta uma página suspeita, identificando um suposto malware presente na página, que normalmente leva para a consulta de arquivos digitalizados pela instituição.

Não se sabe se o aviso corresponde a um "falso positivo" - quando páginas em manutenção, até pelo fato de webmasters entrarem com suas contas para intervir nas páginas, algo bastante natural - ou se a página realmente foi invadida por hackers. Em todo caso, isso compromete a consulta pelos internautas.

É possível que os serviços de vigilância digital, como os anti-vírus e anti-spywares possam identificar como "suspeitas" páginas que, na verdade, passam por processos de manutenção e suas contas foram "invadidas" apenas pelos seus próprios responsáveis.

É como ocorre quando um músico entra num bastidor da apresentação de sua banda e o segurança não o reconhece e pede seus documentos. O seguranç…

VISANDO ROCK IN RIO, RÁDIO SE FAZ DE ROQUEIRA PARA OUVINTES QUE FINGEM CURTIR ROCK

LOJAS DE DEPARTAMENTOS JÁ ESTÃO SINTONIZADAS NA RÁDIO CIDADE.

Visando o Rock In Rio e o faz-de-conta consumista que faz pessoas de qualquer perfil tirarem onda de roqueiras, a Rádio Cidade, rádio de pop convencional que se passa por "rádio rock", tenta parcerias com lojas de departamentos, estabelecimentos comerciais e até sons ambientes em ônibus visando faturar com o Rock In Rio.

Completamente desprezada pelo público roqueiro autêntico, a emissora até agora só "roubou" ouvintes das emissoras Mix FM, Transamérica e FM O Dia, não de forma tão intensa mas o suficiente para seduzir o mercado publicitário.

Mesmo assim, do contrário que oficialmente se diz, a Rádio Cidade não conseguiu se tornar líder no segmento jovem, sendo ainda ultrapassada por essas emissoras, mesmo a decadente Transamérica. Até rádios adultas como JB FM conseguem ter maior retorno entre o público juvenil.

Em todo caso, nota-se que bares, quiosques de praia, sons ambientes de ônibus e diversos est…

POR QUE OS HOMENS BRASILEIROS TENTAM PARECER CULTURALMENTE MAIS VELHOS?

ANDANDO PARA TRÁS...

Por que os chamados homens influentes, pelo menos aqueles que têm mais de 45 anos e são considerados cultos e abastados, tentam parecer culturalmente mais velhos? Sobretudo quando eles são empresários, executivos ou profissionais liberais, que tentam tomar como referênciais valores e ídolos que correspondem a gerações dez ou vinte anos mais velhas?

Que as pessoas curtam o que quiserem, é verdade. Mas é muito estranho, por exemplo, que homens que nasceram na década de 1950 tentem enfatizar referências de quem viveu os anos 1930 ou 1940, ou abraçar referenciais de seu tempo de infância como se tivessem sido adultos no período. Fala-se aqui dos homens, porque essa tendência não aparece, ao menos com evidência, em mulheres.

Há também o caso de homens nascidos na segunda metade dos anos 1960 cujos heróis são músicos ingleses que se lançaram nessa década e que gravaram músicas lentas nos anos 1980, como Rod Stewart, Elton John, Eric Clapton, Phil Collins e Pink Floyd.

O…

TEATRO, TV TUPI E MPB: UM GRANDE MISTÉRIO PARA SE RESOLVER

Saiu de moda o processo de garimpagem e pesquisar, na Internet, virou um processo árduo de coleta de dados, em que só se dão bem aqueles que colhem informações sem qualquer profundidade.

Se vimos o caso do Volante da Pallut, sucesso da Rádio Continental e dos primórdios da TV Continental, de repente passar a ser transmitido pela TV Tupi carioca em 1961 e não haver dados a respeito, um caso mais intrigante está relacionado à essa imagem.

Nela há o anúncio de uma peça musicada programada para ser transmitida na noite do dia 05 de abril de 1961, no canal 6 (TV Tupi do Rio de Janeiro). Sem dar detalhes do nome da peça, ela menciona sua equipe, como o ator e diretor Fernando Amaral, o também ator e assistente de direção Perry Salles, o letrista Nelson Lins de Barros e o compositor Carlinhos Lyra (grafado Carlos Lira).

A peça não está creditada nas listas de programação que pesquisei e mostrei na postagem anterior, nem aparece nas listas de teleteatros colhida por pesquisadores da TV Tupi …

EM 1961, BOLETINS DE PROGRAMAÇÃO DE TV SE CONTRADIZIAM EM DADOS

ROY ROGERS ERA EXIBIDO NA TV BRASILEIRA NOS IDOS DE 1961.

A televisão brasileira ainda estava incipiente há cerca de 55 anos. Sua popularidade crescia, em relação a 1950, as atrações se multiplicavam e se aperfeiçoavam em qualidade, e o videoteipe era implantado aos poucos pelas emissoras. O rádio, por sua vez, via a popularização dos aparelhos portáteis que, graças ao transístor, foram lançados em 1960.

Mas ainda havia muito o que fazer e até o que acabou não sendo feito, como a preservação de um grande acervo de programas, que se perderam em sucessivos incêndios e, às vezes, por fitas desgravadas. Se fosse preservado, o acervo serviria como um referencial para recuperarmos a qualidade de nossa programação televisiva, que anda extremamente ruim, até na TV "fechada".

Pesquisando sobre o ano de 1961, eu vejo casos curiosos, como o do "desencontro" de listas de programação das emissoras de TV da época, como se observa no exemplo da Guanabara, o antigo Estado composto…

PRIVATIZAÇÃO DA CULTURA POPULAR PREOCUPA E POUCOS SABEM

Ninguém percebe, mas a chamada "cultura popular", que é aquela apreciada e consumida pelo povo pobre, foi abertamente privatizada. Há mais de 50 anos não conseguimos ver, salvo honrosas exceções, artistas vindos das classes populares dotados de grande talento e uma força artística própria.

Nos últimos 40 anos o que se vê é o crescimento avassalador de ídolos comerciais que tentam se passar por grandes artistas usando todo tipo de desculpa: o "gosto popular", o "mau gosto", a "vaia" como suposto atestado invertido de genialidade e tudo o mais.

A MPB autêntica, perdida em auto-reverências, em excessivas homenagens, como se fosse se despedir do público, não consegue reagir à avassaladora supremacia de ídolos brega-popularescos, tocados até mesmo em festas universitárias, aniversários em condomínios e até nos jukeboxes de bares e casas noturnas.

O "sertanejo universitário" é o que mais despeja duplas e cantores, em quantidades industriais…

LÍDER DO HERVA DOCE FALECEU APÓS EU PESQUISAR SOBRE RÁDIO RELÓGIO FEDERAL

O GUITARRISTA RENATO LADEIRA, NUM DOS ÚLTIMOS MOMENTOS DE VIDA.

Que relação tem o grupo Herva Doce com a Rádio Relógio Federal? O desavisado pode estranhar, mas há uma relação indireta. Para começo de conversa, o músico que era líder do Herva Doce, banda de rock brasileiro dos anos 80, o cantor e guitarrista Renato Ladeira, faleceu ontem à noite, às 23 horas, de parada cardiorrespiratória, aos 63 anos de idade e 50 de carreira.

Por coincidência, eu havia terminado meu texto sobre a Rádio Relógio Federal dentro de um capítulo sobre mídia para um livro que estou escrevendo sobre 1961. Citei ligeiramente o fato de Renato ter sido filho do fundador da Rádio Relógio Federal, César Ladeira, do casamento deste com a vedete Renata Fronzi.

O curioso é que tanto pai, mãe e filho juntavam uma salada de referências, que misturadas vão da Revolta Constitucionalista de 1932 ao seriado Malhação, passando por Cazuza. Os três já são falecidos, mas fizeram muita história.

A BOLHA, BANDA DE ROCK SETENTIS…

JORNALISMO SENSACIONALISTA COMEÇA A SER QUESTIONADO

Felizmente, algo está mudando. Depois de muito tempo arranhada pela invasão de intelectuais "provocativos" que só tentaram empastelar o pensamento cultural de esquerda, a falta de uma frente intelectual realmente esquerdista que analisasse de fato a cultura popular começa a ser aos poucos resolvida com abordagens pontuais e lúcidas.

Os estereótipos associados à cultura popular, como a imagem disneyficada da "periferia", algo que antes da novela I Love Paraisópolis da Rede Globo já aparecia "cientificamente" em monografias e reportagens "sérias" da intelectualidade dita "tarimbada", começam a ser derrubados pela própria mídia esquerdista, como a análise sobre o documentário dedicado ao jornal Meia-Hora.

De autoria do cineasta Diego Olivares e publicado na coluna TelaTela da Carta Capital, o texto sobre o documentário Meia Hora e as Manchetes que Viraram Manchete, de Ângelo Defanti, contesta tanto a publicação quanto o próprio filme, da…

POP JUVENIL DÁ UMA GRANDE LIÇÃO NOS ROQUEIROS

É certo que há muita mesmice no pop juvenil e que enjoa ver no palco tantas multidões de dançarinos e ídolos fazendo pleibeque, mas nota-se que eles estão dando uma boa lição nos acomodados roqueiros, principalmente no Brasil.

Enquanto mesmo os roqueiros autênticos se comportam de forma resignada - ficam felizes lembrando da Fluminense FM como coisa do passado enquanto aceitam se isolarem em webradios com difícil sintonia fora dos recintos domésticos - , o pop, com todo o comercialismo que expressa, de vez em quando se oxigena com coisas mais criativas.

Afinal, enquanto o pop dançante, volta e meia, vem com coisas bem legais como "Happy" do Pharrell Williams e "Am I Wrong?" de Nico & Vinz, o rock começa a se perder tragado pelos seus próprios clichês, parecendo muito mais domesticado e conformista do que os outros domesticados e conformistas que tentou combater.

A coisa é tão grave que um dos raros momentos de rebeldia real no rock foi quando Pete Townshend, u…

O QUE ACONTECEU COM A CULTURA ROCK?

O que ocorreu na cultura rock? De repente, tem-se a impressão de que todos passaram a ter um pouco de emo ou poser, e mesmo aqueles que se inclinam a gostar de rock autêntico estão presos a clichês gestuais e comportamentais.

Tudo ficou em nome da "sonzeira", com pessoas fazendo sinal do demo com as mãos, botando língua para fora e fazendo air guitar. Isso quando não despejam gírias enjoadas como "galera", que hoje em dia nada tem a ver com rock e sim com Domingão do Faustão, da mesma forma que vemos na tutinha-luciano-huckiana "balada".

No momento, ao escrever este texto, ouço "1999" e "Feeling for You", do Cassius, dentro daquela onda de música eletrônica de DJ. Melhor do que ouvir "System of a Gugu-Down-Down" ("Sistema do Gugu-Dadá") ou "Queens of the Stom'ache" ("Rainhas da Dor de Estômago") e ficar que nem débil mental sacudindo a cabeça que nem naquele comercial dos postos Ipiranga.

Qu…

MAIS DA METADE DA OPOSIÇÃO À GLOBO NÃO PASSA DE JOGO-DE-CENA

MARCELO ADNET PARODIANDO UM OPOSICIONISTA ANTI-GLOBO NO HUMORÍSTICO NO AR, A TV NA TV.

A juventude "irada" que despeja comentários "irreverentes" na Internet é toda inimiga da Rede Globo, certo? Errado! Eles, na verdade, sugerem que tenhamos cuidado quando temos neles supostos aliados na oposição às Organizações Globo. Essa oposição, não obstante, não passa de um jogo-de-cena, de pura encenação para se passar por moderno ou agradar gente nas mídias sociais.

Estima-se que algo em torno de 55% a 60% dos internautas que se dizem "contra a Rede Globo" na verdade apoiam seus abusos e apenas "tiram onda" falando mal dos algozes da moda. Gente que diz abominar o Imperialismo, o FMI, a Presidência dos EUA, o Aécio Neves e o Eduardo Cunha mas, na verdade, apoia com entusiasmo toda essa gente.

Como observar se as pessoas que dizem odiar as Organizações Globo estão encenando? Não é muito difícil. Existem tipos de jovens fanfarrões que se apegam em modismos…

PAULA LAVIGNE SENTE O PESO DE SUA PRÓPRIA CAUSA

Ex-mulher e hoje empresária de Caetano Veloso, a também ex-atriz Paula Lavigne, está brigando na Justiça contra os herdeiros da cantora brasileira nascida em Portugal, Carmem Miranda, que hoje completa seis décadas de falecimento, em consequência dos efeitos do uso de remédios.

Para quem não sabe, Carmem Miranda se apresentou no programa The Jimmy Durante Show, um dos sucesso da TV estadunidense, no dia 04 de agosto e, sentindo-se mal, só teve tempo de completar o número musical para ir embora para casa, morrendo de ataque cardíaco um dia depois. Tinha apenas 46 anos de idade.

Pois a briga de Paula Lavigne com os herdeiros - encabeçados por Maria Paula Richaid, de 65 anos, sobrinha de Carmem e filha de Aurora Miranda, também cantora - se dá porque a produtora de Paula, Rio Vermelho Produções, detém a exclusividade da biografia da cantora. A família pretende recuperar o controle desses direitos de uso da imagem da famosa estrela.

O grande problema, neste caso, é que Paula Lavigne é a …