Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

TV LINHAÇA - #ELENÃO

Imprensa e boa parte do país já começam a desembarcar da aventura masoquista de Jair Bolsonaro, ícone da extrema-direita brasileira.

ARROGÂNCIA E BURRICE "INTELIGENTE" DOS SOCIOPATAS NAS REDES SOCIAIS

A declaração na imagem acima, que eu reproduzi de imagem capturada pelo Diário do Centro do Mundo, me faz lembrar do valentonismo digital a que fui vítima.

Eu estava criticando a gíria "balada", que é um jargão que empobrece a nossa língua por fundir uma série de significados.

Nessa época eu já descobri que a gíria era um dialeto da Jovem Pan, que tornou-se uma emissora de rádio fascista.

Havia uma comunidade na qual se criticava a gíria "balada", que não era uma gíria de jovens inteligentes, e sofri um ataque de sociopatas no Orkut.

Os "fascistas mirins" invadiam minha página de recados para criar um arremedo de chat. Mais ou menos como busólogos fascistas fizeram para defender os ônibus padronizados invadindo uma petição virtual contra essa medida.

Pessoas fazendo piadinhas, depois comentários mais agressivos, depois ameaças.

Nessa época ainda havia o "marx-cartismo", ou seja, um pretenso esquerdismo com QI de extrema-direita.

Eram jovens que…

JAIR BOLSONARO MOSTROU QUE NÃO SABE PERDER

JAIR BOLSONARO NÃO SE RECUPEROU - ELE CONTINUA O MESMO ARROGANTE DE SEMPRE.

Jair Bolsonaro não sabe perder. Ele não tem espírito de competição.

Isso já era esperado, mas ficou mais evidente depois que ele foi entrevistado pelo apresentador José Luiz Datena, para o Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

Convalescente, mas mantendo sua conhecida arrogância, Jair Bolsonaro disse, entre outras coisas, que não aceitará resultado eleitoral que não aponte ele como vencedor da corrida presidencial.

Respondendo sobre como Bolsonaro vê a reação das instituições militares diante da vitória de Fernando Haddad, o candidato do PSL respondeu:

"Sobre as instituições militares aceitarem o resultado, eu não posso falar pelos comandantes militares. Eu, pelo que eu vejo nas ruas, eu não aceito resultado das eleições diferente da minha eleição. Isso é um ponto de visto fechado".

A declaração é perigosa, porque, ao dizer isso, Jair Bolsonaro sinaliza que poderá fazer um golpe, no caso de não sair vit…

JAIR BOLSONARO, ALÉM DE AMEAÇAR EX-MULHER, FURTOU COFRE E ERA AGRESSIVO

É bom jair se acostumando: Bolsonaro 171.

Isso não é invenção daqui deste blogue, mas com base em dados da imprensa, não necessariamente a "imprensa comunista".

Reportagem de Veja de 03 de outubro de 2018, mas presente nas bancas a partir de hoje, revela alguns "podres" do "mito", cujo repúdio envolve famosos do mundo inteiro, e, recentemente, o movimento #EleNao teve a adesão da estrela pop Madonna.

A revista entrevistou a ex-mulher Ana Cristina Siqueira Valle, com quem Bolsonaro foi casado durante dez anos e tem como filho Jair Renan.

Segundo a revista, Jair tinha um temperamento explosivo (é com ele que pretende governar o país, vale lembrar) e muita agressividade (com a qual ele pretende reagir a movimentos grevistas e passeatas estudantis, por exemplo).

De acordo com o depoimento de Ana, Jair tinha um patrimônio de R$ 100 mil, em 2007, hoje correspondentes, em valores atualizados, a R$ 183 mil.

Bolsonaro recebia R$ 26,7 mil como deputado e R$ 8,6 mi…

A PRECIPITAÇÃO DO GENERAL MOURÃO

Vivemos uma situação surreal. O candidato oficialmente favorito para a Presidência da República é um sujeito sem projeto para o país e, quando tem alguma proposta, ela é sempre reacionária e nociva até aos brasileiros que só querem votar no "coiso".

E quem é o "coiso"? É o "mito", é Jair Bolsonaro, um dos dois famosos que eu nunca iria repartir meu bolo de aniversário (o outro é Mário Kertèsz, o astro-rei da Rádio Metrópole, de Salvador).

Ele só foi alçado ao posto de favorito nas pesquisas porque elas tiveram o "patrocínio" do "posto Ipiranga", ou seja, Paulo Guedes, junto ao lobby que envolve as empresas Centauro, Riachuelo, Havan e outras.

Isso porque, em circunstâncias normais, Jair Bolsonaro não estaria sequer no quinto lugar.

Afinal, bem ou mal, até Geraldo Alckmin e Marina Silva possuem propostas mais verossímeis que o "mito". Quem quer ser anti-petista sem risco, deveria ao menos votar nesses dois ou no inexpressivo …

PREVI A VIOLÊNCIA EM NITERÓI APÓS O GOLPE DE 2016

Ontem, nada menos que quatro ocorrências criminais ocorreram em Niterói.

Na manhã, um arrastão de ladrões vindos de Charitas causou pânico em São Francisco.

Ainda na manhã, um tiroteio numa tentativa de assalto na filial da Drogaria Pacheco na Av. Roberto Silveira, ao lado do Campo de São Bento, causou pavor e correria das pessoas.

Na noite, tiroteios ocorreram no bairro do Viradouro, na altura da Estrada General Castro Guimarães (Estrada da Garganta).

Também na noite, um arrastão na altura de Maria Paula, no sentido São Gonçalo, também causou muito pavor nos motoristas.

Outra ocorrência noturna já havia ocorrido anteontem, na Rua João Pessoa, com um arrastão com ladrões de moto às 19 horas. Na fuga, os ladrões atropelaram alguns pedestres. Um segurança armado desistiu de atirar para evitar atingir algum inocente.

Ao longo desses três últimos anos, Niterói viveu ocorrências preocupantes de violência.

Houve até assassinato na altura do Rink, no começo da tarde. E uma série de assaltos…

APESAR DE APOIÁ-LO EM CAMPANHA, EX-MULHER DE BOLSONARO AFIRMA TER SIDO AMEAÇADA POR ELE

Mais uma revelação pode fragilizar a campanha de Jair Bolsonaro, que contra ele está programado um ato de mulheres em várias partes do país, no próximo dia 29.

Ela parte da ex-mulher do candidato do PSL, Ana Cristina Valle, envolvida num incidente no qual Jair usou o Itamaraty para resolver um assunto pessoal.

Separada do hoje presidenciável, Ana é mãe de Jair Renan, então com 12 anos em 2011, estava vivendo uma temporada em Oslo, na Noruega, com o menino. Pouco mais tarde, ela se casou com um cidadão norueguês.

A separação foi conflituosa, e Jair abriu uma ação judicial no Rio de Janeiro e usou o Itamaraty para interceder a favor dele. A solicitação vai contra a natureza do Itamaraty, que não acolhe assuntos familiares.

A solicitação de Jair era para os diplomatas acompanharem o andamento da ex-mulher, com a qual disputava a guarda de Jair Renan.

Ana decidiu se mudar em 2009, e um telegrama de julho de 2011 divulgado pelo Itamaraty revelou que Jair fazia ameaças de morte à ex-mulher…

MANUELA D'ÁVILA É VÍTIMA DE FALSAS ACUSAÇÕES E DE AMEAÇAS

O estranho plano de, ainda que por boataria nas redes sociais, acusar membros da chapa de Fernando Haddad de suposta cumplicidade com o esfaqueador de Jair Bolsonaro, está em ação.

Manuela d'Ávila, do PC do B, candidata à vice-presidenta na chapa do petista Fernando Haddad, está sofrendo ameaças nas redes sociais.

Notícias falsas despejadas nas redes sociais alegam supostos telefonemas de Manuela com Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado que vitimou o candidato do PSL que, se recuperando dos ferimentos, tem alta anunciada para esta semana.

Manuela é acusada, levianamente, de monitorar o criminoso, e isso pode levar a perder a campanha de Haddad, que está crescendo nas pesquisas e nas ruas.

A candidata a vice pediu proteção da Polícia Federal através de recurso enviado ao Tribunal Superior Eleitoral. Oficialmente, só titulares da chapa presidencial têm direito a escolta policial.

Mas Manuela precisa dessa proteção, independente de qualquer restrição legal ou protocolo, como …

QUANDO OS INCENDIÁRIOS QUEREM SER OS "BOMBEIROS DE ÚLTIMA HORA"

Pouco mais de vinte dias após o incêndio do Museu Nacional, que fez perder boa parte do nosso acervo cultural - vários livros sobre botânica e antropologia, raríssimos, se perderam - e só uma parte foi salva e outra, reconstituível em impressão 3-D, temos um cenário bastante incendiário.

O fenômeno Jair Bolsonaro, mesmo tendo um favoritismo fake, causou susto até no resto do mundo.

Para piorar, o filho Flávio Bolsonaro também é um perigo por ser um dos mais cotados para o Senado pelo Rio de Janeiro, ao lado do "ficha-suja" César Maia.

A ascensão do bolsonarismo foi favorecida por uma série de condicionamentos culturais aqui e ali.

E isso vem sobretudo desde os anos 1990, embora houve práticas antecedentes.

Isso porque a combinação de coronelismo midiático (fruto das políticas de compadrio do governo José Sarney) e o empresariado do entretenimento na degradação cultural brasileira trouxe os elementos que hoje culminam na ascensão do fascismo.

O tucanato e a intelectualidade …

TV LINHAÇA - MOBILIDADE URBANA EM NITERÓI: HÁ MUITO O QUE FAZER

Infelizmente, o que se nota é que há muita conversa, há muito papo e muito modismo, em ações necessárias, porém manjadas, como recapear asfaltos e implantar ciclovias. Mas mobilidade urbana não é só isso e Niterói tem muito mais coisas para fazer.

AS SUBCELEBRIDADES E O BOLSONARISMO

Recentemente, portais sobre celebridades apresentaram uma lista de famosos que apoiam a candidatura de Jair Bolsonaro.

Destacam-se nomes como Gusttavo Lima, Eduardo Costa, Amado Batista, Roger Rocha Moreira (Ultraje a Rigor), Pepê e Nenem (apesar delas serem lésbicas e negras) e outros.

Até dois sobreviventes de graves problemas de saúde, Andressa Urach e o cantor de axé-music Netinho, sinalizaram apoio ao "mito".

Alexandre Frota e Joyce Hasselmann, nem se fala: os dois se candidatam a cargos políticos na chapa do próprio Jair.

E há esportistas como o jogador de futebol Felipe Melo, os astros do vôlei Wallace e Maurício Souza, e o lutador de UFC José Aldo.

Mas o que chama a atenção é o apoio de Zezé di Camargo (ainda não posso dizer de Luciano, embora ele se revele conservador) ao "mito", postura seguida por sua ex-mulher Zilu Godoy.

Ele era símbolo do pretenso esquerdismo cultural, quando se superestimou sua intenção em votar em Lula.

Foi em 2005, quando a intele…

MÍDIA ALTERNATIVA ALERTA SOBRE ESTRANHO PROLONGAMENTO DO CASO DA FACADA EM BOLSONARO

A mídia alternativa, como o portal Nocaute e o jornalista Joaquim de Oliveira, do Diário do Centro do Mundo, fazem um grave alerta.

A Polícia Federal, estranhamente, prorrogou por mais 15 dias, contados de ontem, 20 de setembro, as investigações sobre o atentado ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, à Presidência da República.

O titular da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado de Minas Gerais, Estado onde se situa o local do atentado, Juiz de Fora, delegado Rodrigo Morais, disse que perícias ainda estão sendo feitas no material colhido na casa do acusado, Adélio Bispo de Oliveira.

Um laptop, outro computador, quatro aparelhos celulares e outros documentos foram apreendidos da casa de Adélio, o jovem que tentou matar Jair com uma facada. Atualmente, o candidato está internado e em processo progressivo de recuperação de saúde.

O dado estranho é que o prazo se encerrará no próximo dia 05 de outubro, dois dias antes das votações de primeiro turno para presidente da República.

INSTITUTOS DE PESQUISA ESTÃO INTEGRADOS AO GOLPE POLÍTICO

CARMEN LÚCIA, EX-PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, E MÁRCIA CAVALLARI NUNES, DIRETORA-EXECUTIVA DO IBOPE.

O Brasil não tem uma tradição esquerdista. Pressionado pelo poder das oligarquias e subordinado à supremacia dos EUA, nosso país sempre fez prevalecer causas conservadoras com progressistas.

É o país em que novidades não chegam para remover o ultrapassado, mas antes são diluídas ao sabor da essência das coisas obsoletas que passam a ser assimiladas pelo fenômeno novo.

Daí, por exemplo, tivemos rádios de rock que nunca passaram de "Jovem Pan com guitarras", com locutores histéricos, repertório hit-parade e ouvintes estupidamente reacionários, na contramão da rebeldia original do rock.

As esquerdas só aprenderam, para valer, a serem esquerda de 2016 para cá.

Paciência. Mesmo nas esquerdas mais empenhadas, os "heróis" eram trazidos pela mídia reacionária, pelo poder político-midiático, pelo mercado, em troca de umas falácias atraentes.

Do general do Segundo …

A FICÇÃO DAS PESQUISAS ELEITORAIS

PARA 208 MILHÕES DE BRASILEIROS, DOIS MIL NÃO CONSEGUEM SEQUER APARECER NO GRÁFICO, MAS DITAM OS RUMOS DAS ELEIÇÕES NO PAÍS.

Como se fosse uma novela de televisão, as pesquisas eleitorais estão ditando, artificialmente, o comportamento do público.

O favoritismo fake de Jair Bolsonaro, que mesmo com muitos incidentes negativos não consegue cair nas pesquisas, revela o caráter ilusório e fraudulento dos institutos de pesquisas.

É uma situação surreal, mais próxima de um reality show, porque em situações normais, teríamos a campanha eleitoral centralizada em apenas quatro candidatos.

São Fernando Haddad, Ciro Gomes, Marina Silva e Geraldo Alckmin.

Bolsonaro aparece como uma aberração, mas fruto de uma sociedade hipermidiática que se inclina fácil ao apelo sensacionalista.

Ele poderia até ter alcançado, provisoriamente, uns 19%, mas diversos incidentes poderiam ter deixado, hoje, com 5% nas pesquisas.

E porque isso não aconteceu? Porque as pesquisas estão sendo um primor de lisura e trans…

SE TOQUEM: JAIR BOLSONARO É MICHEL TEMER!!

Sabemos quem é a verdadeira identidade de Jair Messias Bolsonaro: chama-se Michel Miguel Elias Temer Lulia.

Sim. Isso mesmo. Jair Bolsonaro é Michel Temer. O Frankenstein político é o Vampirão.

Não é fake news e é bom jair se acostumando: Bolsonaro é Temer.

E isso não é papo de petista, não é conversa de Haddad. Também não é papo furado de Marina nem é conversa frustrada de Geraldo.

Quem diz que Bolsonaro é Temer vem de dentro dos meios bolsonaristas, para desespero de quem só conhece o "mito" nas redes sociais.

Vem de Paulo Guedes, o "posto Ipiranga", o economista responsável por grudar, com Super Bonder (não seria Super Bonner?) o candidato do PSL nos altos postos das pesquisas de intenção de voto.

Disse Paulo Guedes, em entrevista à Globo News, com suas palavras:

"Vamos fazer o que o Temer está fazendo, só que mais rápido do que ele. A convicção vem de muito tempo".

Se os bolsonaristas falam tanto em declarações contundentes de Jair e seus parceiros, …

COLUNISTA DO DCM CONFIRMA: BOLSONARISMO É "VOTO DE CABRESTO"

Um texto da colunista do Diário do Centro do Mundo, Nathali Macedo, sobre o que ela aprendeu com as mulheres que querem votar em Jair Bolsonaro, confirma a seguinte hipótese.

O bolsonarismo é a volta do "voto de cabresto", a antiga prática da República Velha dos oprimidos serem induzidos a votar no candidato dos opressores.

Nathali cita a aberrante situação pós-golpe de 2016 que é a de "mulheres que votam em candidatos misóginos e negros que votam em candidatos racistas".

No decorrer do texto, Nathali fala das mulheres que ela consultou entre as que querem votar em Jair Bolsonaro.

As alegações que ela colheu foram, em resumo, estas: "o marido vota", "a família toda vota", "o voto se justifica pelo desejo de segurança da população através do porte de armas".

Estamos em 2018. Mas isso poderia ser 1918.

Engana-se que Jair Bolsonaro seja a representação do "novo" ou do "voto livre" ou seja uma espécie de "manobra …

JAIR BOLSONARO É UM SUB-PRODUTO DA SOCIEDADE HIPERMIDIÁTICA

Vamos fazer um exercício de raciocínio lógico.

Salvador, uma das cidades em que o fascista Jair Bolsonaro está em baixa, uma "grande manifestação" tomou conta do Farol da Barra, anteontem.

Houve "grande número" de manifestantes pró-Bolsonaro e o Capitão Cláudio Silva, coordenador do Movimento Seu Voto Muda o Brasil, deu para mentir, através de uma nota:

"(...)tentam denegrir a imagem do futuro presidente do Brasil (...) Querem dividir o país com ódio. Querem que brancos não gostem de negros. Querem que ricos não gostem de pobres. E vice-versa. Tentaram até mudar a cor da nossa bandeira. Mas Bolsonaro veio para varrer do mapa a política tradicional. Nós vamos unir o país em um projeto novo, com desenvolvimento econômico e social. E nesta nação, bandido não terá vez".

Projeto novo? Harmonia entre brancos e negros, depois que Bolsonaro afirmou que vai destruir quilombos, alegando que os quilombolas nem sequer "sabem procriar"? E paz entre ricos e p…

O GOLPISMO AMEAÇADOR DE JAIR BOLSONARO

Jair Bolsonaro virou um Frankenstein político.

Em condições normais, ele não estaria sequer no quinto ou no sexto lugar entre os favoritos para a Presidência da República.

Ele estaria, provavelmente, pregando o obscurantismo social ao lado de João Amoedo e Cabo Daciolo, isolados no alto de uma montanha, como ermitões políticos.

Mas todo o "combustível" trazido pelo "posto Ipiranga" Paulo Guedes - um dos "Chicago Boys" do general Pinochet - , ou seja, muito dinheiro comprando pesquisas eleitorais, transformou Jair em um monstro.

Seu crescimento é fake, mas descontrolado. Incidentes graves não conseguiram baixar a "febre Bolsonaro".

Mesmo insossos, Marina Silva e Geraldo Alckmin poderiam ter algum lugar ao Sol. Até porque, perto de Jair Bolsonaro, que não tem propostas para o país, Marina e Geraldo parecem politicamente mais atraentes, embora conservadores.

A impressão que se tem é que a sociedade parece que bateu demais no PSDB a ponto de Gerald…