Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

TEMER, SAINDO DO VERMELHO PARA A NOTA VERMELHA, ATÉ NA EDUCAÇÃO

O governo Temer já lançou uma campanha que deve animar os "coxinhas".

Um vídeo da campanha do Governo Federal, que a princípio será divulgado a partir de outubro, foi apresentado em reunião do presidente Michel Temer e sua equipe.

Nele aparece a palavra "Brasil", na parte inferior da tela, numa área vermelha. Em seguida, uma voz em off declara "Vamos tirar o Brasil do vermelho" e a palavra sobe para uma área azul.

Em seguida, surge a expressão "ordem e progresso", lema central do governo Temer.

A ideia é dizer ao público que o Brasil pretende sair da crise, simbolizada pela expressão "no vermelho", que é o tom da campanha publicitária, ainda a ser finalizada.

Mas existe também um trocadilho: "vermelho" é uma cor associada ao esquerdismo. É a cor da bandeira do PT, partido da ex-presidenta Dilma Rousseff.

E isso é uma faca de dois gumes, porque empolgará os anti-petistas e a grande mídia associada.

Todavia, a peça publicitári…

JANDIRA FEGHALI ENFRENTA O IMPÉRIO "GLOBAL"

A pressão contra o Brasil temeroso e seus aliados continua firme.

Desta fez, foi ontem à noite, quando a Rede Globo, que apoiou a derrubada de Dilma Rousseff e fazia sua voz ecoar até no Supremo Tribunal Federal, recebeu um puxão de orelha.

No debate para candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, transmitido pela TV Globo carioca, Jandira Feghali, do PC do B, apoiada pelos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, deu o recado.

"Boa noite, nós estamos aqui na TV Globo e eu não poderia deixar de registrar que essa emissora apoiou o golpe contra a democracia e contra uma mulher eleita", disse a candidata.

E ainda completou: "Esse golpe interrompeu o mandato de uma mulher eleita, que melhorou a vida de todos os vocês e investiu muito nesta cidade".

Jandira também havia feito a pergunta, quando interrogava para o rival Pedro Paulo, candidato do atual prefeito, Eduardo Paes: "Como é que você jogou tanto voto fora e agora pede voto?".

A mídia golpista resolveu in…

REFORMA DA PREVIDÊNCIA IMPEDIRÁ APOSENTADOS DE "CONHECER" PAUL LAFARGUE

As reformas do governo de Michel Temer só serão implantadas para valer em 2017.

Hoje o ano político praticamente se encerrou, a casa está bagunçada, não há como botar a tal "ponte" para funcionar.

E, além disso, os projetos de reformas prometidos podem ser implantados por um sucessor eleito indiretamente.

Afinal, Temer é um condenado político e investigado pelo STF por irregularidades na chapa eleitoral com Dilma Rousseff.

Se for comprovada oficialmente a participação dele nas irregularidades de campanha, Temer será afastado do poder.

E, pelo rumo das investigações, ainda que pela complexidade do processo, mesmo assim os ventos soprarão em vantagem tendenciosa.

Tudo indica que, se Temer for afastado, seu sucessor será escolhido pela via indireta, por parlamentares do Congresso Nacional.

Mas aí a plutocracia poderá escolher um tucano para levar adiante as reformas trabalhistas.

Embora com um "sotaque" próximo do PSDB e um pouco afastado da ala radical do PMDB (como…

O TROPEÇO DO TUCANO GILMAR MENDES

A crise política no Brasil é extrema e generalizada. Atinge até mesmo o partidarizado Poder Judiciário.

Hoje uma polêmica envolveu dois ministros do Supremo Tribunal Federal.

O ex-presidente Ricardo Lewandowski, num surto de arrependimento comparável ao de Joaquim Barbosa, declarou que o impeachment que afastou a presidenta Dilma Rousseff é um "tropeço da democracia".

Gilmar Mendes rebateu, dizendo que "tropeço é o fatiamento da votação", referente às etapas do afastamento do mandato e da perda de direitos políticos da presidenta afastada e hoje expulsa do poder.

A atitude de Lewandowski foi estranhamente tardia,

Lewandowski chegou a derrubar ações do advogado e ex-ministro de Dilma, José Eduardo Cardozo, para anular o processo de impeachment.

A título de comparação, o então presidente do STF mandou soltar Luís Fabiano Ribeiro Brito, acusado de integrar o criminoso PCC, alegando "problemas de instrução processual" e respeitando o princípio constitucional…

ASSUSTADO, MICHEL TEMER LIGA PARA FAUSTÃO PARA DAR EXPLICAÇÕES

FAUSTO SILVA LEMBROU DOS TEMPOS EM QUE ENTREVISTOU MICHEL TEMER NOS ANOS 80.

O comentário de Fausto Silva, no Domingão do Faustão da Rede Globo, contra o governo Michel Temer, foi sem dúvida alguma tendencioso.

Foi muito longe de ser um progressista.

Não dava para o intelectual "bacana", que sonha com o folclore brasileiro de amanhã montado com as breguices que rolam nos palcos do Domingão, "guevarizar" o comentário do apresentador dominical.

Farofafeiros "guevarizaram" a novela Os Dez Mandamentos, da Rede Record, só porque tiraram a Rede Globo da liderança da audiência.

Deram um tiro no pé.

Os donos da Rede Record fazem parte da "bancada da Bíblia" que ultimamente está relacionada à derrubada do governo Dilma Rousseff e ao estabelecimento de agendas retrógradas para o país no Congresso Nacional.

Uma dessas agendas é a ultradecadente Escola Sem Partido, que proibirá tanto o debate da realidade quanto a interferência em mitos religiosos.

Os farof…

A ATITUDE DEPLORÁVEL DOS REAÇAS DE DENTRO E FORA DA REDE

Mais um incidente promovido por um reacionário aconteceu no Rio de Janeiro.

Um homem havia xingado e tentado agredir o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e sua esposa, a pedagoga Maria Antônia Goulart, na saída de um restaurante na Barra da Tijuca.

Foi na noite da última sexta-feira, 23. Estava Lindbergh jantando com a esposa e as amigas desta, em conversa tranquila, quando um homem de aparência robusta mas visivelmente "alterado", começou a xingar.

"Quem apoia Lula não pode jantar aqui", foi uma das primeiras investidas do valentão.

Ele havia gritado, na tentativa de chamar a atenção e expulsar o senador e suas acompanhantes.

Maria Antônia havia vindo de um evento de Educação, e suas amigas eram também professoras.

Como Lindbergh e companhia estavam jantando, assim que saíram do local foram seguidos pelo brutamontes e uma acompanhante deste.

E foi aí que veio a violência.

O homem chamava Lindbergh de "ladrão" e "pilantra", com sua parceira fazen…

PELO JEITO, JOÃO DÓRIA JR. PRECISA COMER MAIS PASTEL

A intragável e ultrapartidária Escola Sem Partido ganhou um adepto de grande valor... nas posses financeiras.

O ricaço João Dória Jr., candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo e líder nas pesquisas ligadas à grande mídia, sentiu simpatia pelo retrógrado projeto.

"Defendo o Escola Sem Partido. Nossos filhos não têm de ter educação política nas escolas. Uma criança de 6, 7 ou 8 anos não tem capacidade de decidir. Não pode ter política na escola".

Grande desconhecimento por parte do candidato, também um dos maiores empresários do país.

Ele entende que a Escola Sem Partido é um projeto "sem doutrinação política".

Grande engano: o projeto é de doutrinação política, só que para a direita.

E ele é ultrapartidarizado: sua "bandeira" é defendida por partidos como PSDB, DEM, PP, PSC e PRB.

A Escola Sem Partido reprova o debate político e a discussão de problemas sociais, mas permitirá que os alunos, pela influência de seus familiares, continuem acreditando, até…

O JUDICIÁRIO CONFUSO, SELETIVO, TENDENCIOSO E POUCO CONFIÁVEL

Temos um Judiciário e um Ministério Público pouco confiáveis.

Partidarizados, tendenciosos, que interpretam a lei de forma superficial e confusa, que condenam de forma seletiva suspeitos de alguma alegada corrupção.

Não dá para confiar em Sérgio Moro, diante de sua atuação bastante irregular.

Ele é festejado pela mídia, tratado como se fosse "herói da nação", tem um grande fã-clube e comunidades solidárias nas mídias sociais e é tido como um dos "dez mais influentes do mundo".

Mas isso não garante que ele seja um juiz confiável, competente e correto.

Sérgio Moro é duro demais para políticos do PT. Já está montando sua coleção de réus petistas da Operação Lava Jato.

Mas, conforme disse Marcelo Odebrecht, apresentando provas documentais, os grupos políticos de Eduardo Paes (PMDB-RJ) e Geraldo Alckmin (PSDB-SP) montaram seus esquemas de propinas.

E nada de investigação da Lava Jato.

Aécio Neves foi citado por quatro delatores, há provas sobre esquemas de corrupção do…

A "PORRA DO GOVERNO" E O BRASIL À DERIVA

As prisões de Guido Mantega, depois solto, e de Antônio Palocci, pouco depois, revelam os exageros da Operação Lava Jato.

Revelam os abusos e hesitações do midiático juiz Sérgio Moro, que lembra mais um tira de Hollywood e sósia do Super-Homem.

E revelam também a falta de controle dos ministros de Michel Temer.

Uma vez, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse que os trabalhadores poderão ter carga horária de 12 horas.

Repercutiu mal e Temer recuou e negou que implantaria esse limite horário na reforma trabalhista.

O temeroso presidente disse que "não era idiota" para aceitar reduzir os direitos dos trabalhadores.

Anteontem foi o ministro da Justiça, o truculento Alexandre de Moraes, que lembra mais um delegado de polícia e é amigo de Moro, que "falou demais".

Na véspera da prisão de Palocci, Moraes atuou como cabo eleitoral de Duarte Nogueira, candidato tucano à prefeitura de Ribeirão Preto, interior paulista que é domicílio do ex-ministro de Lula e Dilma.

INTELECTUALIDADE "BACANA" DEFENDEU SOLUÇÃO CAPITALISTA PARA "MELHORAR" MÚSICA BREGA

TENTARAM "EMEPEBIZAR", NA ERA FHC, OS NEO-BREGAS DA ERA COLLOR. SOBROU POMPA E LUXO, MAS FALTOU ARTE.

Sabe-se que uma parcela da intelectualidade quer destruir a MPB.

Treinada pelos acadêmicos ligados ao PSDB e Folha de São Paulo, foram fazer free lancer para os barões da grande mídia.

Oportunistas, foram para a mídia esquerdista vender a causa neoliberal.

A ideia era evitar o que ocorreu durante os primórdios da ditadura militar.

Na época, cepecistas e bossanovistas esqueceram divergências e, através dos festivais de MPB, buscaram resistir ao regime militar com música brasileira de qualidade.

A música brasileira adiou por pouco mais de uma década, entre 1964 e 1977, sua rendição ao comercialismo voraz da bregalização.

E, por esse período, a MPB moderna neutralizou o crescimento dos ídolos cafonas apoiados pelo coronelismo midiático que respaldou a ditadura militar.

Foi só em 1978 que a coisa começou a cair de vez, descontando um breve período em que o Rock Brasil trouxe int…

A PRISÃO ESPETACULOSA E ELEITOREIRA DO EX-MINISTRO ANTÔNIO PALOCCI

EX-MINISTRO DO PT, ANTÔNIO PALOCCI, E O MINISTRO TEMEROSO DA JUSTIÇA, O REPRESSOR DE MANIFESTANTES ANTI-TEMER, ALEXANDRE DE MORAES.

Hoje o ex-ministro da Fazenda dos governos Lula e Dilma, Antônio Palocci Filho, foi preso de manhã sob ordens da Operação Lava Jato, em sua 35ª etapa.

Foi uma prisão espetaculosa, sensacionalista, um jogo psicológico para impressionar a opinião pública, semelhante ao que se fez com outro ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, dias atrás.

Mantega foi solto por "razões humanitárias" por decisão do juiz midiático Sérgio Moro, já que neste caso o ex-ministro foi pego num hospital, quando a esposa fazia tratamento contra um tumor no cérebro.

Mas, pelo menos até agora, vão "segurar" Palocci por mais tempo. Ele já foi citado em investigações tendenciosas sobre o "mensalão" de Marcos Valério e, recentemente, pelo chamado "petrolão".

Só que a prisão de Palocci teve um sabor não só espetaculoso, mas também eleitoreiro.

Foi fe…

GLOBO VAI DESCONSTRUIR O GOVERNO TEMER?

A Rede Globo, ao que parece, está liberando aos poucos os protestos contra o governo Temer.

O temeroso governo, embora lute para salvar, sutilmente começa a ser desconstruído por parte da direita que o apoiou.

Não falta quem queira salvar o temeroso presidente e deixá-lo até 2018, para passar a faixa presidencial a um sucessor.

Um dos dois ministros do STF haviam dito que, numa investigação de irregularidades na campanha eleitoral da chapa Dilma-Temer em 2014, a deposição de Temer traria "consequências" para o país.

Outro ministro disse que a permanência de Temer até 2018 não representaria "aberração jurídica".

Temer ainda recorreu aos decadentes jovens do MBL, Revoltados On Line e companhia para fazerem propaganda a favor do governo nas mídias sociais.

Mas pode soar uma transição entre um governo que, aos poucos, deixa de ter o apoio de toda a direita que derrubou Dilma Rousseff e jogou no lixo 54,5 milhões de votos.

Eduardo Cunha, abandonado por Michel Temer, ag…

MICHEL TEMER RECORRE A "COXINHAS" PARA TENTAR SALVAR SEU GOVERNO

O governo temeroso tenta dar uma solução à sua grave crise, aquela que não passa no Jornal Nacional nem em outros veículos da mídia patronal.

Recorre aos chamados "coxinhas", os "revoltados" que iam para as ruas vestindo camisetas da CBF pedir "Fora PT", para tentar salvar o desastrado governo do sr. Michel Temer.

A notícia foi dada por Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, na edição de ontem, 24.

Michel Temer convidou grupos como Movimento Brasil Livre, Revoltados On Line, Acorda Brasil e Vem Pra Rua para estabelecer um método de comunicação informal do governo.

A ideia é usar esses movimentos para fazer propaganda positiva do governo Temer.

Segundo descreve Mônica, a iniciativa visa aproveitar a "expertise de mobilização, a sensibilidade, o fato de o MBL estar sentindo o pulso das ruas".

O MBL segue orientação fascista e esta e outras organizações solidárias, que contribuíram para as passeatas anti-Dilma, foram financiadas por partidos como …

COMO IDENTIFICAR UM DIREITISTA QUE NÃO SE ASSUME COMO TAL

OS GUIAS "POLITICAMENTE INCORRETOS" SÃO A "BÍBLIA" DOS DIREITISTAS.

Evidentemente, não existe o tal "Fla X Flu" ideológico entre direita e esquerda.

Da mesma forma, nem todo mundo se situa fixamente nestes "terrenos".

No entanto, desde que, há dez anos, os cyberbullies da Internet agiam no Orkut forjando falso esquerdismo com ideias de direita, é bom ficar atento.

Nos tempos do Orkut, gente que fingia odiar o imperialismo, o FMI e George W. Bush vomitava conceitos ultraliberais até em frases do tipo "até o ar que a gente respira é comercial, flw?" ("flw" é "falou" em internetês).

Pessoas que fingiam admirar Ernesto Che Guevara, que fingiam respeitar Lula, que se associavam ao perfil de Caros Amigos no Orkut e Facebook, ao perfil de Emir Sader no Twitter.

Mas que também elogiavam Fernando Collor e não questionavam o economista Roberto Campos, um dos papas do neoliberalismo.

E ainda defendiam a liberação do porte de a…

A NADA SOCIAL "TRAVESSIA SOCIAL" DO GOVERNO MICHEL TEMER

A reforma da Educação do governo Michel Temer tentou fazer bonito, mas acabou fazendo feio.

Primeiro, pelo caráter autoritário do PMDB, que, primeiro, decide sem consultar a sociedade, para depois recuar, e mesmo assim em poucos pontos.

Segundo, por uma visão extremamente tecnicista e mercadológica da Educação.

Fica muito fácil decidir por tempo integral, alterações no currículo e tudo o mais sem perceber a complexidade social da Educação.

A intenção, em tese, parece boa, que é evitar a evasão escolar.

Mas sem um programa que pudesse ser instigante e menos opressivo, que não criasse um cidadão-mercadoria, mas alguém que possa ter consciência de seu papel na sociedade, isso não foi feito.

As mudanças são superficiais.

Até a edição deste texto, foi decidida a carga horária diária de sete horas. Um semi-internato.

Não se considerou vários aspectos, como os recursos necessários para tal empreitada.

Ou mesmo se há professores disponíveis, porque deveria haver um rodízio muito grande.

Além…

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL LIBERA BAIXARIAS NA TELEVISÃO BRASILEIRA

O Supremo Tribunal Federal havia determinado, assim que Dilma Rousseff foi declarada definitivamente afastada do Governo Federal, o fim da classificação indicativa nas programações de TV.

Algumas desculpas foram usadas para isso.

Trabalheira para editar novelas e programas exibidos no período diurno, redução de audiência, relações complicadas com anunciantes e blablablá.

Outro pretexto foi evitar a cobrança de multas que estaria causando prejuízo para as redes de televisão.

Diante disso, a programação foi liberada.

E isso é irônico, porque um filme como Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, foi classificado pelo truculento ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, como indicado para maiores de 18 anos.

Houve reações negativas e Moraes, como de praxe em todo o governo comandado pelo PMDB, recuou e estabeleceu a idade mínima para 16 anos.

Mas os programas Cidade Alerta e Brasil Urgente mostram violência adoidado, com a criançada chegando na escola e pronto.

As telenovelas mostram cenas d…

A "CAÇA ÀS BRUXAS" DA "REPÚBLICA DE CURITIBA"

A "República de Curitiba", do juiz hipermidiático Sérgio Moro e do humorístico Power Point de Deltan Dallagnol, segue com sua "caça às bruxas".

Enquanto nem sequer convoca políticos do PSDB e PMDB para depor, prende de forma sumária integrantes dos governos Lula e Dilma.

A prisão de Paulo Bernardo foi uma pressão psicológica para abalar a esposa, senadora Gleisi Hoffmann, e favorecer as votações do Senado Federal para o afastamento definitivo de Dilma Rousseff do Governo Federal.

Paulo Bernardo foi solto dias depois, talvez pela má repercussão de uma prisão tão precipitada.

Agora é a vez de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda do governo do PT, ser preso pela 34ª fase da Operação Lava Jato.

Só depois, diante da má repercussão da prisão, é que o juiz Sérgio Moro reviu a decisão e mandou soltar o ex-ministro.

Essa fase da Lava Jato se relaciona a contratos pela Petrobras de empresas para construção de duas plataformas, a P-67 e a P-70, para exploração de reserva de…

ANAC HOMOLOGA AEROPORTO QUE FOI DA FAMÍLIA DE AÉCIO NEVES

Notícia publicada no portal G1, das Organizações Globo, anunciou a homologação do aeroporto de Cláudio, no interior de Minas Gerais, autorizado para circulação de aviões de pequeno porte.

Aviões que fazem voos comerciais não estão autorizados a usar o aeroporto, que recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que inicia o processo de regulamentação do local.

A área pertenceu à família de Aécio Neves, que, durante os anos em que ele foi governador de Minas Gerais, entre 2003 e 2010, deixando o mandato para concorrer ao Senado Federal, substituído pelo seu vice, Antônio Anastasia.

A dupla, hoje atuando no Senado, participou da votação final do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Há uma estranheza na construção de um aeroporto em Cláudio, na época em que Aécio governava Minas Gerais, sendo uma pequena e pouco destacada cidade mineira, tipicamente rural e sem um grande hospital.

Houve dois inquéritos sobre a construção do aeroporto, uma em 2009 e outra em 2014.

MARTA SUPLICY ENSINOU SINCERIDADE AOS INTELECTUAIS "BACANAS"

Convenhamos. Nem todo mundo pode ser de esquerda, por causa de linhas de pensamento.

A ex-ministra da Cultura de Dilma Rousseff, presidenta com a qual rompeu depois, Marta Suplicy pode ser considerada uma traíra aos políticos progressistas.

Ela foi petista, participou do governo Dilma e depois, como senadora, votou pelo impeachment definitivo da presidenta.

Está hoje filiada ao PMDB de Michel Temer, no mesmo Estado de São Paulo do presidente da República.

Ela até indicou mulheres para a então Secretaria de Cultura do Ministério da Educação e Cultura da fase interina do governo Temer, antes dele voltar atrás e retomar o Ministério da Cultura, depois da pressão popular.

Marta Suplicy declarou, em recente entrevista à Folha de São Paulo, que nunca se colocou como "alguém à esquerda".

"Eu acho que neste mundo hoje depende do que você chama de esquerda. Tem valores tão, tão retrógrados que são chamados de esquerda que eu não me identifico em absoluto. Eu tenho valores que e…

MICHEL TEMER EXPÕE SUA DEMAGOGIA FROUXA À ONU

O Michel Temer que corre assustado dos que o recebem com vaias não é um estadista.

O Michel Temer que discursa na ONU também não pode ser, porque o mesmo que posa de corajoso diante de governantes de outras nações é capaz de fugir da própria casa se ver gente vaiando na entrada.

Temer chegou ao poder de forma ilícita, através de investigações contra Dilma Rousseff sem provas, mas "com muita convicção".

O "corajoso" Temer da ONU também quer fugir do deputado cassado Eduardo Cunha, que o ajudou a chegar ao governo de hoje, mas pouco recebeu em troca.

Botar representantes de Cunha aqui ou ali nos órgãos de administração direta ou indireta, como Laerte Rimoli na EBC, não significou muito para o hoje "homem-bomba".

Cunha queria, por exemplo, que Rogério Rosso (PSD-DF) presidisse a Câmara dos Deputados.

Temer não moveu um lobby para atender ao pedido de Cunha e deixou Rodrigo Maia (DEM-RJ) ser eleito para o cargo.

Cunha quer pegar Temer e Temer está, com a lic…

A CONSTRANGEDORA LIÇÃO DE MAGNO MALTA

O senador Magno Malta (PR-ES), da "bancada da Bíblia" e um dos apoiadores do governo Michel Temer, é tido como um dos supostos defensores da "moral e dos bons costumes".

É um dos idealizadores, junto ao advogado Miguel Najib, do projeto Escola Sem Partido, que pretende não debater a realidade mas preservar a religiosidade existente nas famílias brasileiras.

Sabe-se que a ESP não quer que o professor seja um transmissor de conhecimento nem incentivador do raciocínio crítico dos alunos, mas apenas cumpridor de um projeto pedagógico inócuo e pouco educativo.

Mas Magno Malta, também pastor evangélico, tem um longo histórico de corrupção.

Conforme demonstrou a Operação Sanguessuga, entre 2006 e 2007, Malta esteve envolvido com a chamada "máfia das ambulâncias".

Malta foi indiciado, na época, pela Polícia Federal, por formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro, num esquema que destinava emendas orçamentárias à compra superfaturada de ambulâ…

COMO DUBLÊ DE DIPLOMATA, JOSÉ SERRA ENVERGONHA O MUNDO

Mais uma vez, muitos brasileiros, felizes da vida diante da televisão, das revistonas e dos jornalões, ou indo para o bosque ou para a praia contar piadas ou brincar com o WhatsApp, não têm ideia da catástrofe que é o governo Temer.

Se esquecem que a "equipe de notáveis" só é notável mesmo pelos desastres que cometem.

Desde um Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, agindo como um truculento delegado de polícia, até um José Mendonça Filho, ministro da Educação, que cancela inscrições para projetos educacionais importantes.

Mas o pior está num dos dois "heróis" midiáticos do governo Temer, José Serra (o outro é Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, e ainda há o "coringa" Eliseu Batista, da Casa Civil).

Ministro das Relações Exteriores, o tucano José Serra demonstra ser um completo desastre como dublê e diplomata.

Sua atuação chega a ser ridícula, combinando pedantismo, arrogância, gafes e incompreensões imperdoáveis.

Serra desconheceu o que é a sigla…

O IMPÉRIO MIDIÁTICO GUIADO POR UM TOSCO POWER POINT

Tinha que ser.

A mídia plutocrática dando crédito a um tosco Power Point.

Embora com alguns calunistas fazendo críticas, pegando carona no Gilmar Mendes dizendo que o Power Point iria favorecer a defesa de Lula, mesmo assim a lambança foi aceita.

Foi a partir desses gráficos toscos, que mais parecem trabalhos de primário, que a grande mídia passou a considerar Lula o "comandante máximo da corrupção".

Foi uma grande jogada psicológica, dentro de uma palestra desastrosa e fora dos padrões que deveriam ser de conduta de um procurador.

Serviu mais para produzir a catarse dos reaças de plantão.

Tudo para banir Lula de concorrer às eleições presidenciais de 2018.

As revistas de informação já embarcam nos fatos políticos puxados pelo procurador Deltan Dallagnol.

Veja mostra uma imagem de Lula "derretendo", sem trazer mais um texto. É daquelas manchetes sensacionalistas, como o eletrocardiograma do PT se extinguindo.

A Isto É colocou Fernando Henrique Cardoso na capa, com…