Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

O MUNDO NÃO É PETISTA QUANDO QUESTIONA O GOVERNO TEMER

O mundo todo está questionando o governo de Michel Temer ou, pelo menos, a forma como ele foi instaurado.

Um governo que mais parece uma versão piorada do governo de Ernesto Geisel - um general da ditadura! - teve origem confusa e se pauta pelo que há de mais retrógrado nas propostas para o país.

400 intelectuais fizeram abaixo-assinado para banir o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos entusiastas do atual governo, de uma palestra sobre democracia na América Latina.

Jornalistas conceituados e não necessariamente esquerdistas estão estarrecidos com o que aconteceu com o Brasil.

Publicações do nível do Washington Post e The Economist admitem que Temer participou da articulação do golpe que resultou no governo interino que se proclama "efetivo".

Cientistas políticos também de notável reputação também ficam perplexos com o governo instaurado no Brasil.

O estadunidense Ian Bremmer, consultor de risco político do mundo, embora duvide da hipótese de golpe, admite que o …

O BRASIL TEMEROSO E ISOLADO DO MUNDO

JOSÉ SERRA SE ACHA O DONO DO MUNDO.

O Brasil temeroso e isolado do mundo foi instaurado há cerca de duas semanas.

É o governo dos derrotados das eleições de 2014.

Menos interesses sociais e mais interesses de mercado, reza a cartilha de Michel Temer e sua equipe.

Um presidente interino que mexe além da conta, para quem exerce um governo provisório.

Quer mudar tudo, impondo uma agenda conservadora e contrária ao interesse público.

Um governo que surgiu de maneira estranha e que deixou os jornalistas e autoridades estrangeiras boquiabertos.

Ninguém entendeu as razões de implantação desse governo.

Até políticos direitistas e claramente conservadores, como o venezuelano Henrique Capriles e o presidente da Argentina, Maurício Macri, admitem que o governo Temer se instaurou sob um golpe.

Sim, Maurício Macri, que lança um projeto político similar ao de Temer e que enfrenta protestos populares em tudo quanto é canto de seu país.

A opinião pública do exterior tem um quase consenso em admitir q…

A GANÂNCIA DE EDUARDO CUNHA EM PROCESSAR JEAN WYLLYS

Eduardo Cunha é um monstro moral.

Não sou eu nem qualquer outro quem escreve ou inventa, mas o próprio Eduardo Cunha que provou isso com sua conduta irresponsável na presidência da Câmara dos Deputados.

Prepotente, malicioso, traiçoeiro, Cunha tentou empurrar com a barriga acusações de que teria participado da corrupção da Petrobras ou ele e sua família terem contas particulares na Suíça, "encorpadas" com o dinheiro do contribuinte.

Portanto, não se trata de calúnia, até porque Cunha demonstrou agir com arrogância e desrespeito à sociedade brasileira.

Agora, depois que ele foi afastado da presidência da Câmara dos Deputados e tendo mandato de deputado federal suspenso, Cunha tentou dar uma derradeira lição da moral que não tem.

Quer processar o jornalista e deputado Jean Wyllys, baiano radicado no Rio de Janeiro, por "calúnia, injúria e difamação".

Wyllys havia escrito que se sentia "constrangido de participar dessa farsa sexista, dessa eleição indireta, cond…

MICHEL TEMER E GILMAR MENDES: ENCONTRO OFENDE IMPARCIALIDADE DO JUDICIÁRIO

Em grande perigo se encontra o Brasil.

Um governo confuso, cheio de escândalos, gafes e medidas retrógradas e arbitrárias, que apesar de interino quer se promover como "definitivo".

E isso é preocupante. E a sociedade conservadora já usou hashtag na Internet com o título "Avante Temer".

Brasil temeroso esse. E cujos retrocessos políticos têm seus principais culpados.

Eduardo Cunha, Aécio Neves e Gilmar Mendes são os mentores dessa armação ilimitada.

Como um "coringa" desse jogo de cartas marcadas, tem-se Jair Bolsonaro.

Tais pessoas tiveram participação decisiva no golpe, articulando o apoio "popular" e "jurídico" a esse processo fraudulento.

Um processo aberto pela votação de 367 deputados federais, em boa parte envolvidos em crimes dos mais diversos tipos.

E ainda tem gente querendo dizer que os 367 votos estão acima dos 54 milhões de votos jogados no lixo, com o afastamento de Dilma Rousseff.

Uma coleção de incidentes, alguns lamen…

EX-PRESIDENTE FHC SENTE NA PELE A CRISE DO GOVERNO TEMER NO EXTERIOR

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República, cancelou a palestra que iria fazer no Congresso Anual da Associação de Estudos Latino-Americanos (LASA), em Nova York, ontem à noite.

Um abaixo-assinado de 400 intelectuais, que anunciaram um protesto no evento, intimidaram FHC.

O sociólogo, ex-presidente e membro-fundador do PSDB iria participar de um debate sobre democracia na América Latina, no evento dos 50 anos da LASA.

Os 400 intelectuais sabem que FHC é um dos que estão na atual base de apoio do presidente interino, Michel Temer.

O pupilo e colega de FH, Aécio Neves, que perdeu as eleições em 2014 para Dilma Rousseff, é um dos mentores do projeto político do governo Temer.

No exterior o governo de Michel Temer é definido como golpe, já que o pessoal percebe seu processo nebuloso de instauração e a intenção do interino em mexer demais num governo do qual não é titular pleno.

Só a plutocracia brasileira é que define o governo como "constitucional".

Isso porque no e…

ESTUPRO COLETIVO DERRUBA MITO DA "LIBERDADE DO CORPO"

O vergonhoso caso do estupro coletivo desmascarou uma situação que a intelectualidade "bacana" sempre abafou com falso relativismo.

O mito da "liberdade do corpo" num país do combate ao assédio abusivo.

O terrível caso ocorreu num bairro popular, na região de Jacarepaguá.

33 homens afoitos cercando uma moça de 16 anos, dopando a menina, depois a estuprando sob o registro da câmera do celular e depois publicando na Internet.

Um episódio de pura truculência, mas condicionado pela ilusão de liberdade sexual que a intelectualidade "bacana", que apostava num Brasil brega, queria para as classes pobres.

Mesmo mulheres aparentemente ativistas, dentro dessa intelectualidade, davam dois pesos e duas medidas.

Elas reclamavam contra a imagem caricatural que as mulheres, de classe média, recebiam dos comerciais de TV.

Mas consentiam que a mesma imagem fosse impunemente abordada sob o rótulo do "popular".

Reclamavam quando a imagem da mulher de classe média…

GOVERNO TEMER E A REVOLTA DOS UMBIGOS

A "revolta dos umbigos" que surgiu nas mídias sociais achou que tinha o poder pleno nas mãos.

Lutaram para ter Michel Temer no lugar de Dilma Rousseff para realizar uma agenda mais conservadora para o Brasil.

Essa agenda é um misto do programa eleitoral derrotado de Aécio Neves em 2014 com as "pautas-bombas" do então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Primeiro, os "revoltados" na Internet se escondiam nas mídias sociais, se limitavam a trolar assuntos culturais ou coisa próxima e fingiam serem progressistas.

Depois, deixaram a máscara cair e iniciaram uma campanha para derrubar Dilma Rousseff.

Conseguiram o que fizeram, pois faziam parte de uma "frente ampla" às avessas, que clamavam por retrocessos políticos sob a desculpa do "combate à corrupção".

Estavam junto dos empresários em geral e, em parte, os que controlam a grande mídia.

Foram animadores juvenis de uma campanha que ludibriou a sociedade inteira, que passou …

O ESTUPRO COLETIVO E A ÉTICA ESTUPRADA NAS MÍDIAS SOCIAIS

Um episódio revoltou o país.

Uma menina de 16 anos foi visitar o namorado em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, no último dia 21 de maio, e foi rendida por um grupo de 30 homens que a doparam e estupraram.

É o mesmo dia 21 de maio em que um internauta maníaco pela apresentadora de TV Ana Hickmann quis se vingar da falta de atenção e invadir o hotel onde ela estava em Belo Horizonte, para ser morto depois que lutou com o cunhado dela.

Quanto aos estupradores cariocas, eles estupraram a jovem e gravaram um vídeo e publicaram quatro dias depois.

Os internautas curtiram e compartilharam o vídeo, que viralizou.

Para piorar, muitos comentários eram elogiosos ao feito. "A menina tá folgada", ironizou um deles.

Essa truculência mostra a brutalidade que existe nas mídias sociais.

E revela um protocolo machista que eu pude observar nos tempos do Orkut.

Esse protocolo sempre recomendava aos internautas endeusar mulheres siliconadas e nunca falar mal das chamadas mulheres-objet…

ÁUDIOS REVELAM "ACORDOS" E "GORJETAS" PARA DEFENDER O "FORA DILMA"

PSDB, PMDB, DEM e Solidariedade pagaram ativistas para defender o "Fora Dilma".

E também negociaram com executivos da grande imprensa a linha editorial para combater o governo de Dilma Rousseff.

Tudo sob esquema de pagamentos, vantagens, acordos e favores.

É o que revelam as diversas conversas que envolveram o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

As conversas envolveram Romero Jucá, que teve que renunciar ao ministério do Planejamento e os senadores José Sarney e Renan Calheiros, respectivamente ex-presidente e atual presidente do Senado e do Congresso Nacional.

Nelas, vazam informações sobre acordos diversos para forjar o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff como um meio de barrar a Operação Lava-Jato.

Isso porque, com Dilma no poder, haveria condições para o avanço das investigações que chegariam aos políticos do PSDB e PMDB, entre outros similares.

As diversas gravações revelaram que diversos planos eram feitos para expulsar Dilma da Presidência d…

MICHEL TEMER NÃO LARGA O OSSO E USA ECONOMIA PARA FICAR NO PODER

O governo Michel Temer tenta resistir ao vazamento das conversas telefônicas de Romero Jucá.

Resolveu, aos olhos da sociedade conservadora e seus representantes, "mostrar serviço".

Seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, mandou para o congresso seu plano de metas fiscais.

E fez justamente aquilo que acusaram Dilma Rousseff de ter feito e custou o poder da presidenta.

Meirelles e sua equipe previram um rombo fiscal de R$ 114 bilhões.

Mas depois Meirelles anunciou um rombo de R$ 170 bilhões.

Isso é justamente a pedalada fiscal.

Adulterou-se uma informação fiscal para permitir operações econômicas, no caso o corte dos investimentos.

Arrocho salarial, fim dos encargos, afrouxamento da legislação trabalhista, redução de investimentos em setores sociais.

A desculpa é que Michel Temer está ocupado no que "interessa": "resolver" a recessão econômica e "garantir" o desenvolvimento econômico.

Temer quer abafar os escândalos que atingem seu governo e…

ODIADO PELA 89 FM E RÁDIO CIDADE, THE WHO ANUNCIA TURNÊ PELO BRASIL

ROGER DALTREY E PETE TOWNSHEND, FUNDADORES REMANESCENTES DA BANDA SURGIDA EM 1963.

Os roqueiros autênticos estão felizes.

The Who, a banda britânica mais importante da década de 1960 depois dos Beatles e dos Rolling Stones, finalmente irá se apresentar no Brasil.

Será em março e abril de 2017 e fará parte da turnê de despedida, intitulada The Who Hits 50!, comemorativa dos 50 anos da banda responsável por clássicos como "My Generation", "Behind Blue Eyes" e "Magic Bus".

A banda tem como membros originais são Pete Townshend, guitarrista, vocalista e principal compositor, e Roger Daltrey, vocalista principal e eventual guitarrista, mais outros dois músicos que tomaram o lugar dos falecidos Keith Moon, baterista, e John Entwistle, baixista.

Antes da turnê brasileira, o Who se apresentará no Desert Trip, na Califórnia, EUA, um evento de rock clássico que terá a presença de Neil Young, Bob Dylan, Paul McCartney, Roger Waters e Rolling Stones.

A nata da nata.

O…

MÍDIA MENTIU SOBRE O CASO ROMERO JUCÁ

JORNALISTAS DA GLOBO NEWS DEMONSTRARAM IRRITAÇÃO COM O VAZAMENTO DE GRAVAÇÃO DE ROMERO JUCÁ, REFERINDO A MÍDIA COMO "OS CARAS QUE QUEREM TIRAR DILMA".

A grande mídia arrumou um jeito para abafar o escândalo de Romero Jucá.

Sabe-se que ele, na gravação com Sérgio Machado, em que negociaram um meio de barrar o avanço da Operação Lava-Jato, "entregou" o PSDB, o PMDB e a imprensa.

Falaram que o PSDB estava todo ferrado no escândalo investigado pela Lava-Jato.

"Caiu todo mundo", disseram. Sobretudo José Serra, ministro das Relações Exteriores do governo Temer, e Aécio Neves, um dos beneficiários desse confuso quadro político atual.

Michel Temer é definido como "o homem do Cunha".

Traduzindo: Eduardo Cunha continua no poder, governando de sua casa, falando não como presidente da Câmara dos Deputados afastado do cargo, mas como um "cérebro" por trás do governo interino e autoproclamado "definitivo" de Michel Temer.

Muitas das propos…

NENHUM BREGA-POPULARESCO PROTESTOU CONTRA O GOVERNO MICHEL TEMER

EDGARD SCANDURRA E NASI, MEMBROS-FUNDADORES DO IRA!

"Pobres de alma burguesa". É o que podemos afirmar dos ídolos "populares demais" do brega-popularesco.

Depois daquela "solidariedade" tendência Cabo Anselmo do "funk", com o rico Rômulo Costa forjando um falso apoio a Dilma Rousseff, distraindo o "povão" no dia da votação do impeachment, a realidade veio à tona.

Diante do governo Michel Temer e sua tentativa de extinguir o Ministério da Cultura, os únicos músicos que protestaram contra a medida foram de MPB e de Rock Brasil.

Caetano Veloso, Erasmo Carlos, Arnaldo Antunes, Marisa Monte e Ira!.

Os brega-popularescos nem estavam aí.

Como nenhum ídolo brega participou das campanhas Diretas Já, na década de 1980.

Indiferentes, os ídolos "populares demais" hoje foram para as emissoras de TV, felizes da vida, darem seu manifesto de solidariedade aos barões da grande mídia.

E isso envolveu sobretudo o "funk", o ritmo que t…

GRAVAÇÃO DE ROMERO JUCÁ DEIXA GOVERNO MICHEL TEMER NUM SÉRIO IMPASSE

O episódio da gravação de Romero Jucá negociando as manobras para barrar a Operação Lava-Jato caíram como uma bomba no governo de Michel Temer.

Fazem os protestos contra o fim do Ministério da Cultura parecerem um grande carnaval e o acampamento próximo à residência do presidente interino em São Paulo parecerem uma deliciosa serenata.

Isso porque a revelação dos bastidores do golpe político-jurídico-midiático foram feitas nas palavras do próprio Jucá, ministro do Planejamento que decidiu se licenciar do cargo.

Ele conversou com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, discutindo os meios dos dois e políticos parceiros se livrarem das investigações do esquema de propinas da Petrobras.

Jucá entregou até mesmo a influência de Eduardo Cunha no governo Michel Temer.

Temer era definido como o "homem do Cunha".

E Jucá definiu Eduardo Cunha como "politicamente morto", prevendo o afastamento deste da presidência da Câmara dos Deputados e a suspensão do mandato de dep…

MINISTRO DO PLANEJAMENTO PLANEJA SALVAR SUA PELE E BARRAR "LAVA-JATO"

Em uma conversa de mais de uma hora, o senador licenciado e ministro do Planejamento do governo Michel Temer, Romero Jucá, negociou com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, um pacto político para conter o avanço da Operação Lava-Jato.

A informação foi revelada pela imprensa hoje de manhã e partiu de uma gravação que está nas mãos da Procuradoria Geral da República.

Romero Jucá já é considerado réu no esquema de cobrança de propinas da Petrobras, foco de investigação (embora tendenciosa) da Operação Lava-Jato. Outros ministros de Michel Temer foram indiciados sob a mesma acusação.

Na conversa, cujos detalhes podem ser obtidos aqui, Sérgio está preocupado com a intenção do procurador Rodrigo Janot de investigar políticos do PMDB e outros envolvidos no referido esquema de corrupção.

Aflito, Sérgio pede para Jucá pensar num jeito de evitar que "todo mundo 'desça'" (seja condenado), numa saída para evitar que tais envolvidos, como os próprios interlocutores, te…

A PEDALADA FISCAL DO MINISTRO HENRIQUE MEIRELLES

O ministro da Fazenda de Michel Temer, Henrique Meirelles, já começou fazendo sua pedalada fiscal.

Sua equipe previu, há poucos dias, que o déficit fiscal nos últimos dois meses seria de R$ 114 bilhões.

Meirelles, no entanto, divulgou, depois, que o déficit foi de R$ 164 bilhões.

Com os déficits dos Estados e municípios, o valor anunciado pelo ministro foi de R$ 170,5 bilhões.

Há um forte indício de maquiagem de dados, para favorecer operações financeiras.

Isso se chama "pedalada fiscal".

O mesmo motivo que a oposição usou para derrubar Dilma Rousseff, e que é feito pelo ministro Meirelles de forma escancarada.

Além disso, o dado maquiado de R$ 170,5 bilhões reflete um catastrofismo que só serve para intimidar a população e fazer o governo Temer se tornar permanente.

Como no começo da ditadura militar, os generais juraram que era um governo provisório.

O catastrofismo da "ameaça comunista" e do "combate à inflação" fez a ditadura militar se tornar perman…

ATÉ NA MÚSICA POP O PODER DA GLOBO É TÃO RIDÍCULO

HAILEE STEINFELD FAZ SUCESSO COMO CANTORA POP, NOS EUA E NO MUNDO, EXCETO NO BRASIL. A GLOBO NÃO DEIXA.

Ridículo o poder das Organizações Globo.

Até mesmo na música pop.

Sabe-se que as trilhas sonoras de novela da Rede Globo ditam o que deve ser tocado nas rádios em geral, não necessariamente ligadas à corporação dos irmãos Marinho.

O que prova que o poder "global" ultrapassa sua órbita, atingindo uma mídia não-associada.

Vemos rádios FM, algumas cinicamente definidas como "de boa música", tocando o pop comercial mais chinfrim e mofado cujos intérpretes nem sabemos quem e como são.

Mas no pop dançante também a coisa não é das melhores.

Uma das cantoras pop em plena ascensão no momento não tem um segundo sequer tocado nas emissoras FM que não passam de satélites do "planeta" Globo.

Ninguém menos que a atriz Hailee Steinfeld, bastante popular nos EUA e no resto do mundo, e cujo sucesso se repete com sua trajetória musical.

Ela lançou hits poderosos, como &q…

APÓS PROTESTOS, MICHEL TEMER DECIDE RESSUSCITAR MINISTÉRIO DA CULTURA

Foi demais diante de tantos protestos.

Ocupações, manifestações de artistas famosos, protestos vindos de tudo quanto é canto do país.

Michel Temer, com aquele método PMDB de governar, primeiro impondo decisões, depois dialogando e cedendo, teve que abrir mão do fim do MinC.

O Ministério da Cultura vai voltar. Quem tomará posse como ministro é o mesmo carioca Marcelo Calero, advogado e ex-secretário de Cultura do governo Eduardo Paes e designado para a Secretaria Nacional de Cultura.

Ele foi obrigado a ressuscitar a pasta, que havia sido extinta, aparentemente, visando corte de gastos na estrutura funcional do governo.

Aparentemente.

Afinal, o que estava em jogo era o fim de ministérios e secretarias que se voltassem aos movimentos sociais, e o Ministério da Cultura era só o principal deles.

Havia ministérios ligados aos direitos humanos, aos direitos das mulheres e das chamadas minorias raciais (porque o conceito de "minoria", neste sentido, é relativo).

Ele também extingui…

INTELECTUAIS "BACANAS", QUE AJUDARAM A EXPULSAR DILMA, QUEREM AGORA SALVÁ-LA

INTELECTUAIS PRÓ-BREGA AGORA PEGAM CARONA NOS PROTESTOS CONTRA O FIM DO MINISTÉRIO DA CULTURA.

Intelectualidade "bacana" quer ser "bacana" até na hora da derrota.

Os intelectuais que lutaram pela bregalização do país, isolando as classes populares no entretenimento midiático "popular demais" e afastando-as do debate público, agora ficam mostrando o beiço.

Ajudaram a expulsar Dilma Rousseff da presidência da República, ao esvaziar a participação popular dos debates sobre cultura e qualidade de vida.

Deixaram o povo infantilizado no entretenimento cafona, "ocupado" com o sensacionalismo, o grotesco, o piegas e o ridículo.

Enquanto isso, esses intelectuais, adidos culturais dos barões da mídia, quiseram dar uma de bonzinhos na mídia esquerdista.

Tentaram convertê-la na aceitação da breguice dominante, sob a desculpa do "combate ao preconceito" e "valorização das periferias".

Temperaram seu discurso malicioso com palavras como &q…

QUEM NUNCA COMEU DOCE...

O FUNQUEIRO MC GUI, NA FESTA MILIONÁRIA DE 18 ANOS: "NÃO PROCURO SABER O PREÇO".

A chamada "cultura popular demais" mostrou a que veio.

Uma máquina de entretenimento "popular" patrocinada por barões da mídia, que trata o povo pobre como se fosse uma caricatura de si mesma.

Um tipo de entretenimento, envolvendo música, comportamento e sensacionalismo noticioso, que deveria ter sido deixado para trás há muito tempo.

Isso, se não fossem os intelectuais "bacanas" e seu discurso "contra o preconceito", que queriam fazer do jabaculê de hoje o folclore do amanhã.

Como, no exemplo, o "funk".

Promoveram tanto o "funk" que deu no que deu.

DJs empresários milionários, comprando fazendas no interior e botando em nome de terceiros, para que os DJs continuem trabalhando sua falsa imagem de "pobretões".

Ídolos funqueiros que começam como marionetes e depois passam a defender o status quo midiático, apunhalando as esquerd…

A RUÍNA DA GRANDE MÍDIA (GLOBO, VEJA, FOLHA ETC.)

A grande mídia está decadente. Globo, Veja, Folha, Estadão, Isto É, Band, Jovem Pan, Transamérica, 89 FM e congêneres.

Tomada de um surto reacionário, a grande mídia ficou estúpida de vez.

Quer julgar o mundo com seus umbigos, numa sociedade em que muitos definem qualquer roubada como "marxismo".

Sem ler uma vírgula de um livro de Karl Marx.

A sociedade brasileira solidária a essa histeria anti-PT ficou estúpida e burra.

Passou a opinar mal, cometendo gafes sérias.

Que o PT errou, que Lula e Dilma erraram, que José Dirceu e José Genoíno erraram, tudo bem.

Mas daí a despejar calúnia e comentários furiosos, criando comentários levianos contra o esquerdismo, não dá.

Uma coisa é criticar, fazer oposição, dizer que Dilma Rousseff, por exemplo, cometeu uma medida equivocada.

Outra coisa é dizer que Karl Marx inventou os movimentos fascistas no mundo ou que o PT causou o incêndio criminoso num circo em Niterói, 55 anos atrás.

A idiotização das pessoas é tanta que qualquer assalto …