Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

A AGRESSÃO DOS "COXINHAS" A LETÍCIA SABATELLA

Fiz duras críticas a Letícia Sabatella, quando ela apareceu embriagada certa vez.

Confesso que fiquei aborrecido com o incidente, ante o "deitaço" de vários adeptos da bebedeira.

Vieram os chamados "quenuncas", gente que adora fazer apologia ao erro.

Mas pelo jeito tudo passou e creio que Letícia deve ter tido autocrítica.

No fundo, admiro muito ela e fiquei chocado então com o incidente.

Mas as críticas nunca foram para desqualificá-la. Acho ela muito talentosa e, como ativista, admito sua coragem em muitas situações.

Tanto que agora me ponho em solidariedade a ela.

Numa manifestação de direitistas pelo "fora presidenta dilma vez", um vídeo com Letícia Sabatella dizendo que os "coxinhas" não estão sendo democráticos foi duramente atacado.

Uma outra mulher falou: "Comunista, cria vergonha. Nossa bandeira jamais será vermelha. Sem vergonha, acabou a mamata pra vocês. Chora petista".

Outro homem gritou contra a imagem da atriz no vídeo:…

O MICO DE RODRIGO MAIA NA CAMPANHA PELA REELEIÇÃO DE MICHEL TEMER

O atual presidente da Câmara dos Deputados, o carioca Rodrigo Maia, quis se jogar na plateia e bateu com a cabeça no chão.

Ele manifestou a defesa de ver o presidente interino, Michel Temer, disputando as eleições em 2018, se reelegendo para o cargo.

Fica subentendido que o próprio Maia seja, durante a hipotética campanha temerosa, o presidente interino da República, já que Temer não tem um vice em seu mandato interino.

"Se o Michel for confirmado presidente, e o governo chegar a 50% de ótimo e bom, ele é que será o candidato do nosso campo, quer queira, quer não", disse um entusiasmado Rodrigo Maia, que é do DEM (Democratas).

Rodrigo quase causou uma saia-justa nas bases aliadas do temeroso governo.

Isso porque José Serra, ministro das Relações Exteriores, e Aécio Neves, senador que, em sua campanha presidencial de 2014, lançou um programa em parte acolhido pela "Ponte para o Futuro" de Temer, pretendem ser pré-candidatos ao Planalto pelo PSDB, daqui a dois anos.

TV LINHAÇA: GOVERNO MICHEL TEMER E A ACOMODAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

É certo que são coisas legais, mas elas são usadas como válvulas de escape de uma população que apoiou o "Fora Dilma" e hoje está envergonhada diante desse desastrado governo de Michel Temer.

GOVERNO MICHEL TEMER: JÁ VIMOS ESSE FILME E ELE ACABOU MAL

O governo do presidente interino Michel Temer já disse a que veio.

Um governo destinado ao fracasso. Na prática, um desgoverno.

Com uma equipe de políticos corruptos, das quais três tiveram que ser sacrificados, e uma agenda ultraconservadora trazida por várias forças solidárias.

Um governante confuso, inseguro, contraditório, dissimulador: este é Michel Temer.

Que com uma formação de advogado, tendo sido professor universitário e tudo, e ainda tem 76 anos de idade, demonstrou uma incompetência que tais atributos não supõem representar.

E a gente viu esse filme antes, embora com variações de roteiro.

Jânio Quadros, general Ernesto Geisel, José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso.

Governos respaldados pela sociedade conservadora, prometendo moralidade política, desenvolvimento econômico e tudo o mais.

Prometeram resolver a crise, com propostas de impacto, e fracassaram, deixando a inflação em alta.

Michel Temer é até pior do que todos eles.

Afinal, ele não trouxe o otim…

O EX-PRESIDENTE ACUADO, A DIREITA ARTICULADA E O JUIZ ENCRENCADO

O JUIZ RICARDO AUGUSTO SOARES LEITE, FAMOSO PELO ABUSO DO PODER.

Oficialmente, o ex-presidente Lula deixou de ser um ser humano para ser um animal a ser caçado e abatido.

É o que setores da sociedade estão pensando em relação ao fundador do PT.

A grande mídia irá linchar o ex-presidente até ele não poder reagir mais.

E isso apesar de Lula, por direito dele, recorrer ao Conselho de Direitos Humanos da ONU para processar Sérgio Moro por abuso de poder.

No Brasil, já não é mais o livre direito de alguém criticar o PT por erros que cometeu ou dizer que não gosta do partido ou não concorda com seu projeto político.

É a calúnia simples e gratuita de alguns exaltados tomados de cegueira e ignorância.

Querem tanto assassinar reputações de Lula e Dilma Rousseff que acabam sofrendo o efeito contrário.

Vide o diretor teatral Cláudio Botelho, que está desmoralizado por seus comentários anti-PT.

E teve estremecidas as relações com Chico Buarque, de cujas obras Cláudio adaptou. Chico é petista e am…

CONGRESSO DOS EUA CONDENA GOVERNO GOLPISTA DE MICHEL TEMER

Vários parlamentares dos Estados Unidos da América manifestaram seu repúdio, no último dia 25, ao governo ilegítimo de Michel Temer.

Encabeçados pelo veterano congressista John Conyers Jr., de 87 anos, os parlamentares assinaram um texto explicando a sua posição contrária à forma como o governo Temer se instalou.

O texto se dirige ao chefe do Departamento de Estado dos EUA, John Kerry, filiado ao Partido Democrata, o mesmo de Barack Obama e sua candidata à sucessão, Hillary Clinton.

Isso é muito importante, e mostra que uma boa parcela do Legislativo estadunidense manifesta sua solidariedade à democracia brasileira, ferida por esse governo impopular e retrógrado.

Deixemos aqui o texto traduzido, que aparece em primeiro, e o texto original, em inglês, para eliminar dúvidas de que o documento é autêntico.

Até porque esse manifesto não irá aparecer na grande mídia, e além disso a direita psicopata irá acusar o documento de ter sido encomendado por petistas.

Aqui vai o texto, na tradução…

PARA A REVISTA ISTO É, O QUE É RUIM PARA OS EUA É BOM PARA O BRASIL

Patética a revista Isto É.

Na edição de 27 de julho (na verdade, distribuída três dias antes), a revista que passou a bater forte demais em Dilma Rousseff veio com uma "pérola".

Uma reportagem sobre o mal que Donald Trump, o candidato ultraconservador para a sucessão do presidente dos EUA Barack Obama, poderá causar ao mundo.

No subtítulo da capa, a revista define Trump como o "maior retrocesso de ideias que toma conta das nações desenvolvidas".

Para Isto É, os EUA não podem sofrer um retrocesso de ideias.

Mas o Brasil pode.

Isto É pode nunca ter sido o que possamos definir como mídia progressista.

Mas tinha uma conduta mais profissional, diferente do surto que tomou a revista nos últimos meses.

Agora a revista tem Rodrigo Constantino, o ex-articulista de Veja que participa da cúpula do Instituto Millenium.

E provavelmente contratará Marco Antônio Villa, historiador reaça que definiu João Goulart como um fraco e participou do "coral" midiático contra o P…

SOB DESCULPAS "TÉCNICAS", GOVERNO TEMER E ALIADOS FAZEM "LIMPEZA" IDEOLÓGICA

Na tecnocracia, se expressa a supremacia de arbitrariedades adotadas diante de uma reputação de suposta superioridade técnica ou movida por um aparato de racionalidade e transparência.

É isso que vemos em uma proposta e uma medida adotadas no entorno do governo de Michel Temer.

De um lado, o deputado do PSDB paulista, Bruno Covas, neto do membro-fundador Mário Covas, criou uma proposta exigindo obrigatoriedade de diploma para ministros de Estado na República.

De outro, é a demissão de 81 servidores de instituições ligadas ao Ministério da Cultura pelo titular da pasta, o carioca Marcelo Calero, ligado ao prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes, de quem foi secretário de Cultura.

Em ambos os casos, o verniz de racionalidade se apoia em tais ideias.

A exigência do diploma, proposta por Bruno Covas, tem como pretexto a especialização técnica para assumir um respectivo ministério.

A exoneração dos servidores do Ministério da Cultura foi feita sob o pretexto de que eram "cargos comis…

O BAIXO ASTRAL OLÍMPICO DO BRASIL TEMEROSO

O "SUPER-DIPLOMATA" JOSÉ SERRA NÃO CONSEGUIU ATRAIR AUTORIDADES PARA A RIO 2016.

Não há como disfarçar. A Era Temer deixou o Brasil temeroso.

As pessoas que gritavam "Fora Dilma", antes de maio passado, estão acomodadas e tranquilas.

Mas também envergonhadas.

Ou então desinformadas, já que a grande imprensa brasileira anda deformando os fatos. Ela só raramente informa adequadamente as notícias e, mesmo assim, fora da política brasileira.

Ninguém sabe que pode trabalhar mais e ganhar salários menores.

Ou que pode ver o dinheiro público indo embora para as contas pessoais dos mesmos "admiráveis" políticos do PSDB e PMDB nos quais o povo botou fé para o "combate à recessão".

A onda de privatizações anunciada por Michel Temer pode fazer parecer a privataria da Era FHC parecer brincadeira de criança pequena.

Temer vai botar pra quebrar no seu governo efetivo. Literalmente.

Não há como esconder esse clima fúnebre, mesmo que a grande mídia se esforce e…

UOL, DA FAMIGLIA FRIAS, PUXA O FUNK AUTÊNTICO PARA A BRASA DA SARDINHA FUNQUEIRA

O artigo é até bem intencionado, mas segue a recomendação editorial de vincular o "funk carioca", entre aspas, ao funk autêntico.

Sabemos que esse vínculo é muito, muito forçado.

O chamado "batidão", como é o "funk carioca" lançado em 1990, havia rompido com as lições do funk autêntico original.

Foram os grandes DJs e animadores da black music carioca morrerem, como Cidinho Cambalhota, Ademir Lemos e Messiê Limá, discípulos de Newton "Big Boy " Duarte morrerem, para seus pupilos chutarem o pau da barraca e iniciarem uma corrida maluca pelo dinheiro.

Reduziram o legado do funk autêntico a um primário e simplório karaokê de MCs com voz esganiçada.

A única "melodia" possível não passava de paródias de cantiga de roda.

Tinha até "Atirei o Pau no Gato" adaptado a uma letra de "funk".

O som era considerado risível nos anos 1990, tal era seu caráter tosco.

Mas hoje esse mesmo som é considerado "canção de protesto&quo…

MICHEL TEMER VAI QUEBRAR O BRASIL

CHARGE DE MÁRCIO BARALDI IRONIZANDO O PLANO HABITACIONAL DE MICHEL TEMER.

O governo Michel Temer deixou a máscara cair.

E os brasileiros novamente tranquilos.

Nas mídias sociais, falando de animaizinhos, de viagens no último fim de semana, na nova selfie com os amigos, nas lembranças da família.

Nenhuma perplexidade com a ameaça que vem por aí.

Michel Temer, o presidente interino, mas, acima de tudo, ilegítimo, pretende governar tão somente para os ricos.

Ele prometeu que iria realizar um rigoroso corte de gastos para combater a recessão econômica.

O que ele fez foi apenas anunciar o corte de gastos sociais, principalmente na Educação e na Saúde, assim que puder se tornar efetivo.

Recentemente, andou presenteando servidores do Poder Judiciário com generosas verbas.

Garantiu também financiamento para a grande mídia que o apoia.

O Grupo Abril poderá se reerguer nas mãos de Temer.

E ainda tem a Editora Três com a Isto É surtando como uma genérica de Veja.

Contratando Rodrigo Constantino …

O "FUNK" DEMONSTRA NÃO SABER O QUE REALMENTE É CULTURA

Um conhecido dirigente funqueiro, em polêmica com um conhecido colunista de jornal, deu o tiro no pé.

Famoso por tentar ficar com a palavra final para tudo, o funqueiro demonstrou sua completa incompreensão sobre cultura.

Ele citou, na sua coluna em um periódico de esquerda - o funqueiro é famoso por fazer proselitismo a intelectuais de esquerda - , que a cultura "não modifica a sociedade".

Ele diz, no seu primarismo pedante, que a cultura apenas é o "reflexo" da sociedade, que por sua vez é o "espelho".

Comparação bastante simplória, mas defendida pelo funqueiro que acha que o "funk" é a medida de todas as coisas.

O grande equívoco dele é que a ideia de cultura é justamente a modificação de uma sociedade.

Isso está nos conceitos mais elementares da Antropologia.

Em toda sociedade, a cultura é usada como meio de intervir na realidade, sobretudo se percebermos que ela é uma forma de perpetuar uma comunidade, diante da efemeridade da vida.

A cult…

BREGA-POPULARESCO TEVE COMO FIM IDIOTIZAR OS BRASILEIROS

Caiu a máscara. A falácia do "combate ao preconceito" dos intelectuais "bacanas" teve um único fim.

O de dar um verniz "legítimo" ao processo de imbecilização cultural das classes populares.

Música jabazeira, mídia sensacionalista, jornalismo policialesco, mulheres-objetos siliconadas.

Tudo isso sob o rótulo "corajoso" do "popular demais".

A "ditabranda do mau gosto" era empurrada para a aceitação das esquerdas.

Intelectuais vindos da Folha de São Paulo (Pedro Alexandre Sanches) ou protegidos pela Rede Globo (Paulo César Araújo e Hermano Vianna) queriam a bregalização do país.

Era uma forma de reduzir a cultura popular num engodo consumista marcado pelo grotesco e pelo pitoresco.

Alegava-se que aceitar essa pretensa "cultura popular" era "romper o preconceito" e "ver o povo com outros olhos".

Mas essa "cultura" já abordava uma imagem preconceituosa do povo pobre.

Um povo resignado com …

TV LINHAÇA: CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: ESCOLA SEM PARTIDO

Vídeo mostra o verdadeiro sentido desse temeroso projeto pedagógico.

RÁDIO CIDADE, A CENA MUSICAL E OS "PROFISSIONAIS DE ROCK"

O fim anunciado da Rádio Cidade é algo para pensar com muita cautela.

A rádio não acabou por causa de campanhas negativas de toda espécie.

Ela até tinha uma blindagem que nem a antiga Fluminense FM havia tido no seu auge.

Os saudosos da "Maldita" encaravam a Rádio Cidade com uma certa condescendência.

A Rádio Cidade poderia até ser chamada de "Bendita", em oposição à alcunha da Fluminense.

Era badalada demais, blindada como nenhuma rádio de rock autêntica conseguiu ser.

E olha que a Rádio Cidade era canastrona.

Sua imagem "roqueira" era apenas uma propaganda enganosa.

A rádio tinha um QI de FM pop convencional, e tinha dificuldades de se livrar dessa mentalidade.

Afinal, sua equipe, a começar pelo coordenador Van Damme, não era especializada em rock.

O contato deles com o rock era medido pelo cartão de ponto do horário de trabalho.

Terminado o experiente, os radialistas partiam para outra coisa: axé-music, pop dançante, "sertanejo", até "f…

RÁDIO CIDADE FOI VÍTIMA DE SEUS PRÓPRIOS ERROS

BANDAS COMO THE CULT NÃO GRAVARAM UMA OU DUAS MÚSICAS.

Para começo de conversa, eu não sou contra rádio de rock nos 102,9 mhz.

Mas teria que ter um nome novo, uma trajetória surgida do zero e com uma equipe especializada, de gente que realmente entende de rock.

Em dias em que o fluxo de informações é intenso, montar uma "rádio rock" de fachada, que não era mais do que uma "rádio pop que só toca rock", era um atitude de altíssimo risco.

Se o YouTube disponibiliza lados B e músicas obscuras de rock, por que tínhamos que ter FMs "roqueiras" que só tocavam os sucessos?

Desculpas como "firmar o gosto das pessoas" ou "pedir sugestões de ouvintes" não faziam sentido.

Hoje anunciou-se que a Rádio Cidade irá acabar, no final deste mês, migrando apenas para a Internet, para consolo de seus poucos fãs.

Seu fim é anunciado com tristeza e lágrimas desnecessárias.

Afinal, a Rádio Cidade acabou não por causa de supostas campanhas negativas aqui e ali…

QUERENDO EXALTAR MICHEL TEMER, FOLHA SE CONTRADISSE COM DADOS DO DATAFOLHA

Um grande pepino caiu nas mãos de Otávio Frias Filho.

Sua Datafolha levou tempo para publicar alguma pesquisa sobre o governo de Michel Temer, e, quando publicou, cometeu um grande desastre.

Dados confusos, contraditórios, e além do mais com uma reportagem tendenciosa da Folha de São Paulo.

A Datafolha divulgava pesquisa atrás de pesquisa quando Dilma Rousseff estava no governo.

Era a época em que a grande mídia praticava o chamado "jornalismo de guerra".

O termo "jornalismo de guerra", do espanhol periodismo de guerra, foi um termo cunhado pelo editor-chefe e colunista político do argentino Clarín, Julio Blanck.

Este termo se refere à campanha de desmoralização violenta à então presidenta da Argentina, Christina Kirchner que perdeu a chance de se reeleger e foi derrotada pelo neoliberal Mauricio Macri.

Blanck admitiu que isso foi mau jornalismo.

Na verdade, a mídia continua praticando "jornalismo de guerra", mas por ora age na defensiva.

Tentam salvar a…

ESCOLA SEM PARTIDO É DOUTRINAÇÃO PURA

O Senado Federal já abriu consulta para a implantação da Escola Sem Partido.

O que mostra o cenário tenebroso em que vivemos, um pesadelo político que faz muitos sorrirem, uns por boa-fé, outros por má-fé e puro sadismo, mesmo.

A ESP, se depender da vontade política da direita, será incluída na próxima Lei de Diretrizes e Bases para a Educação.

Será horrível.

As aulas deixarão de estimular o raciocínio crítico das pessoas.

Voltarão a ser as modorrentas aulas em que o professor escreve no quadro e os alunos copiam tudo nos cadernos.

Se aprenderá apenas o necessário para o mercado de trabalho.

Se aprenderá a ler, escrever, fazer contas. Mas pensar, não.

Voltará o ensino fantasioso de História e seus pretensos heróis.

Não se ensinará mais sobre índios e negros que contribuíram para a formação de nossa cultura.

O projeto Escola Sem Partido é doutrinário, sim.

Será doutrinação pura, com fantasias religiosas, historiográficas, culturais.

Não se pensará o mundo, se aceitará apenas uma leitu…

ISTO É PODE SE "QUEIMAR" COM SUA MANIA DE DENUNCISMO

Existe uma grande diferença entre fazer oposição ao Partido dos Trabalhadores e caluniar.

Pode-se até dizer que o governo do PT não é de agrado de determinado cidadão.

Que este cidadão não se sente representado por Lula, Dilma e o que vier de petista, que não concorda com seu projeto político e tudo o mais.

Mas o que se faz com os petistas é difamação barata, ofensas gratuitas.

Um manifestante apareceu, na Praia de Icaraí, em Niterói, quando Dilma ainda não havia sido afastada do cargo, um idoso com um cartaz que mostrava a presidenta com corpo de gorila.

O que se fez de xingações a Lula não se faz sequer a um desafeto mais odiado.

E a grande mídia contribuiu para que crescesse essa sociedade psicopata.

Quando Dilma ainda estava no governo, os oposicionistas despejavam comentários grotescos e rancorosos contra ela e Lula.

Depois que ela foi afastada, ainda que provisoriamente, e o retrógrado Michel Temer foi posto no poder, o pessoal se sossegou.

Foi para as mídias sociais falar de c…

JUNTANDO AS PEÇAS DE UM QUEBRA-CABEÇAS FUNQUEIRO

"RODA DE FUNK" EM FOTO EXTRAÍDA DA REVISTA OVERMUNDO, DO INSTITUTO HOMÔNIMO PATROCINADO POR GEORGE SOROS.

Leiam o seguinte trecho:

"Em nossos corações de povo pobre das favelas palpita o mesmo sangue que corre nas veias do bravo militante Zumbi dos Palmares, o grande líder dos Quilombos, e seus companheiros de luta que extinguiram a escravidão no Brasil. Nós extinguiremos a escravidão moral, que é a negação ao reconhecimento do funk como cultura popular e ativismo social. Queremos ver assegurado o livre direito de organização, de manifestar o pensamento, de ir e vir. Defendemos intransigentemente os direitos democráticos e lutamos pelo direito de viver como seres humanos. Queremos, na prática, a aplicação do princípio constitucional: 'Todos são iguais perante a Lei'".

Parece um manifesto lançado por funqueiros com o mesmo discurso que se conhece.

Mas se trata de uma adaptação de um discurso escrito pelo sargento José Anselmo dos Santos, o Cabo Anselmo, em ma…