STF AUTORIZA INVESTIGAÇÃO DE POLÍTICOS DENUNCIADOS PELA OPERAÇÃO LAVA-JATO

O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, RODRIGO JANOT.

O ministro do Superior Tribunal Federal, Teori Zavascki, autorizou a abertura de inquérito que investigará as acusações contra 47 parlamentares de terem participado do esquema de corrupção da Petrobras, tema de uma CPI que poderá abalar o cenário político nacional.

Dos 47 deputados, a maioria é ligada ao PT, PMDB e outros partidos aliados. Mas o PSDB é representado pelo senador mineiro Antônio Anatasia. A lista, elaborada pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, só poupou alguns parlamentares, entre eles o também senador mineiro Aécio Neves, apesar de fortes indícios de sua participação no esquema.

LINDBERGH E COLLOR MAIS UMA VEZ JUNTOS.

A lista inclui tanto os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, respectivamente os peemedebistas Eduardo Cunha e Renan Calheiros. Há também a ex-ministra Gleisi Hoffmann, a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, o político baiano Mário Negromonte e, no mesmo "barco", o ex-presidente Fernando Collor e seu ex-opositor, Lindbergh Farias, ambos senadores.

A investigação será concluída depois com o parecer do Procurador-Geral da República, mas representará uma crise no atual governo petista, embora possa atingir o cenário político como um todo. A lista completa é descrita abaixo.

Vice-governador

João Leão (PP-BA) – vice-governador da Bahia

Senadores

Renan Calheiros (PMDB-AL) – presidente do Senado e do Congresso Nacional
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Benedito de Lira (PP-AL)
Ciro Nogueira (PP-PI) – senador pelo Piauí e presidente nacional do PP
Edison Lobão (PMDB-MA) – senador pelo Maranhão e ex-ministro de Minas e Energia
Fernando Collor (PTB-AL) – senador por Alagoas e ex-presidente da República
Gladison Cameli (PP-AC)
Gleisi Hoffmann (PT-PR) – senadora pelo Paraná e ex-ministra da Casa Civil
Humberto Costa (PT-PE) – senador por Pernambuco e ex-ministro da Saúde
Lindberg Farias (PT-RJ) – senador pelo Rio de Janeiro e ex-candidato ao governo do Estado
Romero Jucá (PMDB-RR) – senador por Roraima e ex-líder do governo no Senado
Valdir Raupp (PMDB-RO)

Deputados

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – presidente da Câmara e ex-líder do PMDB na Câmara
Afonso Hamm (PP-RS)
Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
Aníbal Gomes (PMDB-CE)
Arthur Lira (PP-AL)
Dilceu Sperafico (PP-PR)
Eduardo da Fonte (PP-PE)
Jerônimo Goergen (PP-RS)
José Mentor (PT-SP)
José Otávio Germano (PP-RS)
Lázaro Botelho (PP-TO)
Luís Carlos Heinze (PP-RS)
Luiz Fernando Faria (PP-MG)
Missionário José Olimpio (PP-SP)
Nelson Meurer (PP-PR)
Renato Molling (PP-RS)
Roberto Balestra (PP-GO)
Roberto Britto (PP-BA)
Sandes Júnior (PP-GO)
Simão Sessim (PP-RJ)
Vander Loubet (PT-MS)
Waldir Maranhão PP-MA)

Políticos sem mandato

Mário Negromonte (PP-BA) – ex-ministro das Cidades, atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia
Roseana Sarney (PMDB-MA) – ex-governadora do Maranhão e ex-senadora
Aline Corrêa (PP-SP)
Carlos Magno (PP-RO)
Cândido Vaccareza (PT-SP)
João Pizzolatti – (PP-SC)
José Linhares (PP-CE)
Luiz Argôlo (ex-PP, atual SD-BA)
Pedro Corrêa (PP-PE)
Pedro Henry (PP-MT)
Roberto Teixeira (PP-PE)
Vilson Covatti (PP-RS)

Outros

Fernado Antonio Falcão Soares (Fernando Baiano) - lobista
João Vaccari Neto - tesoureiro do PT

Comentários