IRMÃOS MARINHO E SUA VERGONHOSA RIQUEZA


A lista da Forbes, revista voltada ao mundo dos ricaços, enumerou os oito brasileiros mais ricos da atualidade.

São pessoas que têm mais da metade da riqueza total do Brasil e, juntos, ganham mais do que 100 milhões de brasileiros.

No primeiro lugar, o maior rico é Jorge Paulo Lemann, sócio da Ambev, da Budweiser, da Burger King e da Heinz).

Em seguida, o banqueiro Joseph Safra, dono da instituição financeira que leva seu sobrenome, o Banco Safra.

Depois vêm Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sucupira, sócios de Lemann nos citados negócios.

Em seguida, Eduardo Saverin, co-fundador do Facebook.

Em sexto, aparece João Roberto Marinho, o principal dono das Organizações Globo, que apareceu ao lado de Sérgio Moro e Carmen Lúcia em eventos de premiação.

Ele está empatado com os irmãos José Roberto e Roberto Irineu, no valor financeiro divulgado pela revista.

Somadas as fortunas dos oito brasileiros mais ricos, os dados resultam no valor de R$ 285,8 bilhões.

É um valor que é "anabolizado" por contas em "paraísos fiscais" (que cobram baixas taxas mas trazem rendimentos altos e rápidos), além de facilitados pela sonegação fiscal, como no caso dos irmãos Marinho.

Esse valor daria para resolver a recessão econômica no Brasil e tornar desnecessário o congelamento dos gastos públicos.

A fortuna dos irmãos Marinho, que soma cerca de R$ 41,8 bilhões (R$ 13,92 bilhões cada um), é uma grande vergonha dos tempos temerosos em que vivemos.

Com o agravante de que programas da Rede Globo e a equipe da Globo News está sofrendo demissões ou perdas salariais.

Do jornalismo "global", as baixas foram de Bianca Ramoneda, da Globo News, e Luís Ernesto Lacombe, da Rede Globo.

Do entretenimento, já se fala em não renovação de contrato de atores importantes e de redução de salários de atores emergentes.

A Rede Globo foi uma das maiores propagandistas do golpe político contra Dilma Rousseff.

Da mesma forma, ela também é uma das propagandistas do projeto do governo Temer de restringir os direitos dos trabalhadores, desvalorizando salários e adiando a aposentadoria.

Muito do reacionarismo social que se vê nas mídias sociais da Internet é por influência da Globo.

Quanto à lista da Forbes, observa-se que os oito mais ricos estão ligados a hábitos convencionais da população brasileira: ver televisão, beber cerveja e consultar o WhatsApp.

Dá para perceber o quanto o Brasil regrediu quando a sociedade se limita a tais atividades.

Comentários