FOTO DE ATOR PORTUGUÊS É USADA COMO SE FOSSE ORIGINAL DE CASTRO ALVES


Bem que havia alguma coisa estranha.

Pesquisando, na Internet, sobre o poeta Castro Alves, deparei com a foto acima.

Ela é atribuída a um registro original da imagem do famoso poeta baiano.

Mas há uma coisa estranha: a qualidade da imagem remete aos anos 1940.

Castro Alves viveu entre 1847 e 1871, a fotografia acima não tem a qualidade da época, quando o registro fotográfico era mais incipiente.

Além disso, os traços faciais soam muito diferentes.

Tentava, pela busca do Google, pesquisar a imagem em várias páginas, e os créditos pareciam sempre se voltar para o Castro Alves original.

Até que fui mais criterioso na pesquisa, e supus que a foto seja cena de um filme.

Arrisquei a referência "castro alves" + "filme" + "anos 30".

Quase acertei. Por sorte, trouxe a uma página do filme Vendaval Maravilhoso.

É uma co-produção luso-brasileira dirigida por João Leitão de Barros.

Quanto à década, errei. O filme foi lançado em 1949, talvez em ocasião dos 100 anos de morte de Castro Alves, lembrados dois anos antes.

A foto acima, portanto, seria do ator do filme, o pouco conhecido português Paulo Maurício.

Isso causou protestos na época, pois chegou-se a fazer um concurso para qual ator brasileiro fosse escolhido para ser o famoso poeta.

O concurso foi realizado pelo carioca Diário de Notícias.

Nenhum brasileiro apareceu.

Entrou o português Paulo Maurício, portanto, um estrangeiro.

E ele fez três filmes após Vendaval Maravilhoso, produção que teve, também no elenco, a célebre cantora Amália Rodrigues, no papel da também portuguesa Eugênia Câmara, namorada do poeta.

Os demais filmes foram Pecadora Imaculada, de Rafael Mancini, de 1952, Luzes nas Sombras, de Carlos Ortiz, também de 1952, e Almas em Conflito, de Mancini, lançado em 1955.

E pensar que tem muita página séria atribuindo a foto acima como se fosse da do próprio Castro Alves.

Imagine uma fotografia de 1870 com qualidade de 1940...

Comentários