VISANDO ROCK IN RIO, RÁDIO SE FAZ DE ROQUEIRA PARA OUVINTES QUE FINGEM CURTIR ROCK

LOJAS DE DEPARTAMENTOS JÁ ESTÃO SINTONIZADAS NA RÁDIO CIDADE.

Visando o Rock In Rio e o faz-de-conta consumista que faz pessoas de qualquer perfil tirarem onda de roqueiras, a Rádio Cidade, rádio de pop convencional que se passa por "rádio rock", tenta parcerias com lojas de departamentos, estabelecimentos comerciais e até sons ambientes em ônibus visando faturar com o Rock In Rio.

Completamente desprezada pelo público roqueiro autêntico, a emissora até agora só "roubou" ouvintes das emissoras Mix FM, Transamérica e FM O Dia, não de forma tão intensa mas o suficiente para seduzir o mercado publicitário.

Mesmo assim, do contrário que oficialmente se diz, a Rádio Cidade não conseguiu se tornar líder no segmento jovem, sendo ainda ultrapassada por essas emissoras, mesmo a decadente Transamérica. Até rádios adultas como JB FM conseguem ter maior retorno entre o público juvenil.

Em todo caso, nota-se que bares, quiosques de praia, sons ambientes de ônibus e diversos estabelecimentos comerciais estão sintonizados nos 102,9 mhz. Não se trata de uma adesão espontânea nem uma popularização do rock - que anda em baixa no mercado - , mas um gancho publicitário a um mês do famoso festival de música.

Observa-se que as mesmas pessoas que antes sintonizavam FM O Dia e Mix FM e normalmente curtem brega-popularesco passaram a sintonizar na Rádio Cidade e sua programação por demais domesticada (sobretudo pelo perfil dos locutores) para receber qualquer adesão de roqueiros autênticos, que passam longe dos 102,9 mhz.

Não-roqueiros é que aderem brincando de serem roqueiros ouvindo uma rádio que posa de roqueira. No Facebook, observa-se que as mesmas pessoas que choraram as mortes de Wando e Cristiano Araújo aderiram em massa à Rádio Cidade.

Normalmente, os ouvintes dessa emissora - que diante da péssima repercussão da Jovem Pan FM, agora reorienta seu estilo de linguagem para a Rádio Disney Brasil - costumam, entre os homens, curtir "sertanejo", "funk" e "pagode romântico", e, entre as mulheres, pop dançante adolescente.

Num quiosque em uma praia de Niterói, observou-se que o mesmo vendedor que ouve Rádio Cidade estava tocando um CD do Thiaguinho. Nas livrarias do Rio de Janeiro, observou-se meninas que são fãs do One Direction e do Justin Bieber comentando sobre bandas de nu metal com vocal feminino e mencionando que também ouviam Rádio Cidade.

Só não experimente citar isso no Facebook, pelo menos em qualquer comunidade. A maioria dos ouvintes da Rádio Cidade não gosta de admitir que ouve outros gêneros - apesar de hoje eles adotarem um estranho respeito ao Thiaguinho e ao Luan Santana - e geralmente reagem irritados, já que esses ouvintes são conhecidos pelo pavio curto, não muito diferente dos jornalistas de Veja.

Comentários