MICHEL TEMER EM BAIXA E A BURRICE DOS REAÇAS

MICHEL TEMER E O "SUPER-HERÓI" HENRIQUE MEIRELLES.

O governo Michel Temer deve ser o governo dos "quenuncas".

A turma do "Quem Nunca Erra?" já é uma espécie estranha.

Afinal, eles fazem o marketing do erro, que vira um meio de autopromoção.

Todo mundo erra na vida, mas ficar orgulhoso com isso é que é estranho.

E aí todos ficam conformados com os escândalos do governo Temer.

Leia-se "todos" os que são setores influentes da opinião pública.

Desde o internauta comum que acha que Lula e Dilma Rousseff são "mafiosos" até o histérico urubólogo da grande imprensa que pensa a mesma coisa.

E que parecem pouco preocupados com o andamento do governo de Michel Temer.

Que se torna uma incessante coleção de escândalos e incidentes graves.

"Quem nunca erra? Deixe ele governar", é o que querem dizer os reaças burros.

Que estão pouco preocupados com figuras tenebrosas como o deputado afastado Eduardo Cunha, que age como se fosse um consultor do governo Temer.

Que estão pouco preocupados com o projeto de precarização do mercado de trabalho.

Que estão pouco preocupados com a roubalheira do PMDB, muito pior do que a que se atribui ao PT.

Que estão pouco preocupados com o cafajestismo político de Aécio Neves.

Que ficam indiferentes aos 13% que Michel Temer teve nas pesquisas do Ibope.

Pesquisas que foram encomendadas pela Confederação Nacional da Indústria.

A grande mídia se silencia diante da impopularidade do governo Temer.

Ou, quando menciona, tenta fazer ressalva.

O Jornal da Band disse que "a boa notícia" é que Temer tem três pontos a mais do que Dilma no momento mais crônico de sua crise.

Michel Temer está em baixa e cheio de escândalos graves.

Um deles traz indícios de envolvimento do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em esquema de corrupção quando ele integrava o conselho consultivo da Friboi.

Sim a mesma Friboi de Joesley Batista, marido da jornalista Ticiana Villas-Boas.

A mesma Friboi que a mídia privada inventou ser empresa do filho de Lula.

Tentou-se achar o filho de Lula e foi encontrado o "super-herói" do governo Temer.

Henrique Meirelles nega envolvimento e os porta-vozes da grande mídia ficam muito cautelosos.

Não é um petista que sofre a mesma denúncia.

Um neoliberal envolvido em denúncias mais prováveis é menos sujeito a punição do que um petista citado em um rumor vago e sem muito fundamento.

O que os reaças querem é que o PT fique fora do poder.

Pouco importando se Eduardo Cunha passe a manobrar o governo Temer nos bastidores.

Pouco importando se Henrique Meirelles irá agir em nome dos interesses dos mais ricos.

Pouco importando se Aécio Neves irá desviar mais dinheiro público para ele e seus amiguinhos.

O presidente interino Michel Temer está em baixa.

Mas o Brasil está num nível pior ainda.

Com boa parte dos brasileiros, iludidos, achando que preferem um país pior, desde que sem o PT no poder.

Comentários