LEITE EM PÓ FICOU MAIS CARO

UMA DAS MARCAS, LEITE GLÓRIA, CHEGA A CUSTAR R$ 14 EM ALGUNS MERCADOS.

Pelo menos no Rio de Janeiro e em Niterói, comprar leite em pó ficou bem mais caro. Se antes dava para comprar um pacote de 400 g com apenas R$ 5, hoje se compra mais do que o dobro, em vários mercados. Alguns mercados chegam a vender pacotes nesta medida por R$ 13 e R$ 14.

Isso se torna bastante difícil para as pessoas que querem abastecer sua despensa com alimentação básica. Afinal, o leite em pó, além de ser usado para o café da manhã, é também utilizado em receitas de bolos e até em sorvetes caseiros para o verão, sobretudo pavês.

Não há uma loja que possa vender um pacote de 400 g por menos de R$ 7. Aliás, o preço baixo mais acessível é de R$ 7,90. Isto é, se está pesado gastar quase R$ 8 para comprar um único pacote que se consome rápido - não dura uma semana - , quanto mais R$ 10,30, o preço médio do produto?

O "consolo" de algumas marcas venderem pacotes de 200 g por R$ 5,20 não resolve a situação, por uma razão bem simples: a quantidade é bem menor, e as pessoas terão que se desdobrar para fazer um pacote pequeno desses render.

FUMO - Se os mercados precisam arcar com os custos, eles deveriam manter os preços baixos no leite em pó e repassar os custos para produtos que deveriam ser vendidos bem caros, como cervejas, vinhos e, principalmente, cigarros.

Afinal o que se vê são cariocas e fluminenses se achando, andando na rua fumando um cigarro e obrigando transeuntes não fumantes a inalar a venenosa fumaça. Seria muito bom que essas pessoas pudessem comprar um maço de cigarros com preço de dois, para ver se a vaidade tabagista consegue se manter com um bolso mais vazio. Pelo menos será um custo a menos para a quimioterapia.

Comentários