TROLEIROS COMETEM GAFES E FICAM COM A FICHA SUJA

SHERON MENEZZES, MAIS UMA ATRIZ VÍTIMA DE ATAQUES RACISTAS.

Sabe aquele cara que só quer zoar dos outros na Internet? Ele se acha o "dono da verdade", fica gracejando quando é avisado de futuras encrencas - com o habitual "Huahuahuahuah" ou "KKKKKKK" - e ainda faz ameaças, represálias, faz ronda na cidade de sua vítima, junta amigos para planejar uma surra, cria blogues ofensivos usando o material da vítima só para ridicularizar etc.

Mal sabe ele que ele pode ter ficha criminal e não sabe. Pode sair de casa e ver seu "brinquedinho" - o computador - ser apreendido pela polícia, ou, em outros casos, ter seu nome rastreado em uma lan house ou seu número de telefone do smartphone ser anotado pelas autoridades policiais, Difícil reagir com "Huahuahuah" ou "KKKKKKK" quando se está com a ficha suja na praça.

A imprudência dos troleiros, cedo ou tarde, traz efeitos danosos para eles e seus cúmplices. Às vezes, algumas pessoas que parecem legais vão na carona da trolagem porque o líder da prática difamatória é alguém considerado "influente", "simpático" e "divertido", e também se dá mal.

Gafes como zoar de homens solteiros ou dizer coisas como "eu não preciso raciocinar porque já sou inteligente" também mostram que mesmo os mais "espertos" troleiros podem cair em situações mais ridículas que suas vítimas.

Por exemplo, o cara que zoa demais de homens que ficam solteiros por muito tempo é o mesmo que brochou na transa com uma pretendente na noite passada. Ninguém imagina que o "rapagão esperto" que xinga os solteiros de "virgens" e "encalhados" é na verdade um cara que não conseguiu conquistar uma "mina" ou se atrapalhou demais num ato sexual que a parceira, irritada, foi embora.

Há muita coisa por trás, e os caras que zoam demais na Internet geralmente levam susto em dado momento, quando deixam de ser os espertalhões que acreditam na impunidade para serem as "vidraças" de seus antigos aliados.

Até os troleiros passivos - que vão "de carona" - acabam se complicando, como muitas moças aparentemente legais que foram zoar com alguém por influência de um líder troleiro, e que acabam boicotadas pelas reuniões de amigos. "Desculpe, amiga, mas essa reunião é para lembrar de momentos felizes, não é para esculhambar alguém", é o que recebem como resposta.

Agora, mais uma trolagem racista atinge gente famosa. É a atriz Sheron Menezzes, que recebeu em sua página pessoal no Facebook, no último dia 05, comentários grotescos como "se misturar, vira Nescau", "munição de churrasqueira", tentou até reagir, mas os troleiros responderam com mais ataques.

É um pessoal semelhante aos que são capazes de defender gírias da moda, fenômenos da mídia ou arbitrariedades políticas que aterrorizam quem discorda de tudo isso com comentários ofensivos e até blogues caluniosos. desde os tempos do Orkut, em que muitos reaças desse porte estavam escondidos até na multidão da comunidade "Eu Odeio Acordar Cedo".

É certo que a imprensa dedicada aos famosos fica escrevendo que Sheron Menezzes é temperamental, arrogante ou sofre de estrelismos. Não creio que ela seja assim. Acho ela lindíssima, gracinha e creio que ela seja até sexy com seu jeito "explosivo" de ser. Acho delicioso o suposto "pavio curto" dela, creio que é só um charme que causa mal entendidos na mídia.

Fico muito chateado com a trolagem na Internet, com esse "Estado Islâmico" em versão dente-de-leite. Mas, em todo caso, será mais um caso em que os encrenqueiros digitais ganharão ficha policial, pois Sheron avisou que vai denunciar todos eles (ela pode contar com meu apoio). Aí vamos ver se essa "galera irada" vai ficar dizendo "KKKKKKKKK" para os delegados de polícia.

Comentários