SAIR DE CASA PODE ECONOMIZAR BASTANTE ENERGIA ELÉTRICA


A crise energética está aí e o racionamento de água e luz é um drama num quadro em que vários reservatórios de água e hidrelétricas estão com o volume bem baixo. Mas existem soluções bem menos dolorosas para poupar o consumo de energia.

As tardes de sábado são uma boa pedida para as pessoas saírem de casa. Desligar a TV, não ligar o ventilador e o ar condicionado, desligar o fogão, não usar o liquidificador, não abrir a geladeira, não acender a luz, e até desligar o computador e algum outro eletrodoméstico.

Isso parece desconfortável? À primeira vista, parece. A pessoa lá com seu descanso, tão dopada no seu cansaço psicológico que fica até vendo qualquer coisa na televisão. Mesmo que seja uma nulidade como um ex-BBB virando notícia por coisa nenhuma.

Toda a família saindo de casa e aproveitando as tardes de sábado para passearem, de preferência sem precisarem gastar muito dinheiro e sem se sucumbir às acomodadas rodadas de álcool, Até porque é necessário também cuidar da saúde.

Sair aos sábados para andar pelas ruas, e, se for o caso, em praças, bosques ou calçadões das praias, faz uma grande diferença. Cria movimento nesses lugares, evitando que os interessados saiam com medo de serem assaltados, já que, com mais gente nas ruas, se a insegurança não desaparece em todo, ela se torna mais rara.

A maior parte dos dias é ensolarada, mas as chuvas sugerem uma ida a estabelecimentos comerciais, como meio de fugir de casa. Neste caso há um maior risco de gastar mais, mas se a opção é economizar energia, vale o sacrifício.

Com mais pessoas nas ruas nas tardes de sábado, o consumo de energia elétrica, por algumas horas, deixa de ocorrer, o que traz uma economia de dinheiro que pode fazer uma boa diferença, se mais pessoas aderirem. Essa é uma forma de racionamento mais divertida e que não traz aborrecimento algum, porque oferece uma opção de lazer em vez de sacrifícios desnecessários.

Comentários