SÍTIO EM ATIBAIA DE LULA É UM LOCAL MAIS MODESTO


Com toda certeza, andam fazendo muito burburinho em torno da "grande propriedade" do ex-presidente Lula em Atibaia, interior de São Paulo.

É como se o ex-presidente Lula fosse proprietário de um rico sítio arquitetônico digno de um faraó.

Independente do blogueiro Eduardo Guimarães ser filiado ao PT, o que ele mostrou são provas consistentes de que as propriedades de Lula são modestas.

São residências típicas de pessoas de classe média.

O "gigantesco latifúndio" de Atibaia, por exemplo, lembra mais um modestíssimo albergue.

O fato de ter uma piscina não influi muito, até porque muitas residências de classe média em zonas suburbanas já possuem piscina.


Há também outras acusações infundadas. Um suposto iate de Lula, por exemplo.


Só falta dizer que a embarcação de Lula é um gigantesco cruzeiro marítimo.

Mas ele é apenas um barquinho de passeio, dos mais simplórios.

O barco é avaliado em R$ 4 mil. Para os olhos da grande mídia, em se tratando de PT é sempre "uma fortuna".

O sítio é avaliado em R$ 800 mil. Ou seja, não chega a ser um milhão.

Há também um prédio em Guarujá cuja propriedade é atribuída a Lula, embora sem provas consistentes de tal hipótese.

Mesmo assim, é um prédio de classe média. Desses que existem até num bairro como o Méier, no Rio de Janeiro.

Esse "rico patrimônio" de Lula é nada se percebermos que o dos tucanos é bem maior.

Eduardo Guimarães lembra de dois apartamentos que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, só para citar um dos "intocáveis" da grande mídia, deu de presente.

Um dos imóveis, dado para um filho que teria tido com a amante jornalista, Miriam Dutra, avaliado no valor de 200 mil euros, algo em torno de R$ 700 mil no câmbio atual.

Outro imóvel, dado para sua atual esposa (46 anos mais jovem), está avaliado em R$ 950 mil.

Mas o próprio presidente interino, mas sequioso em se tornar efetivo, Michel Temer, deu de presente para o filho um patrimônio de pelo menos dois imóveis avaliados em R$ 2 milhões.

Tudo isso para um filho caçula, homônimo ao presidente, um menino que não chega a ter dez anos de idade.


Mas também tem o triplex da família Marinho, dona das Organizações Globo.

Bem mais imponente do que o "faraônico sítio" do ex-presidente Lula, a mansão é avaliada em R$ 80 milhões, ou seja, cem vezes mais do que a propriedade de Atibaia.

O triplex dos Marinho, que fica numa praia em Parati, sul do Rio de Janeiro, foi instalado ilegalmente em uma área de proteção ambiental.

E o jornalismo de guerra da Globo implica com o sítio de Lula, que mais parece um modesto albergue.

Aliás, essa implicância se deu porque os blogueiros progressistas denunciaram a mansão dos Marinho.

Daí essa campanha absurda. Se Lula tivesse só um casebre, a mídia diria que era um palacete.

Que se critique o PT, tudo bem. Todo brasileiro está à vontade para discordar do partido, de Lula e Dilma.

O que não pode é fazer o que se faz, inventando mentiras e criando baixarias.

Comentários